4 eventos ao vivo

Raikkonen acerta estratégia e vence 1ª prova de 2013; Massa é 4º

17 mar 2013
04h34
atualizado às 05h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Em grande exibição individual e contando com acerto de estratégia da Lotus, o finlandês Kimi Raikkonen surpreendeu para ficar com a vitória no Grande Prêmio da Austrália, que abriu a temporada 2013 da Fórmula 1 na madrugada deste domingo (horário de Brasília). O campeão mundial de 2007 largou em sétimo, fez apenas duas paradas na corrida e manteve excelente ritmo nas voltas finais para se distanciar de Fernando Alonso, que terminou em segundo.

O tricampeão mundial Sebastian Vettel, que largou na pole position, perdeu posições em sua segunda parada nos boxes e terminou com a terceira colocação. Já o brasileiro Felipe Massa largou na frente de Alonso, mas acabou prejudicado pela estratégia da Ferrari na segunda parada e voltou atrás do espanhol, terminando a corrida em quarto.

Em sua estreia pela Mercedes, Lewis Hamilton conseguiu a quinta colocação, seguido por Mark Webber, da Red Bull, que largou muito mal da segunda posição. Outra grande surpresa foi o sétimo lugar de Adrian Sutil, da Force India, que também optou por apenas duas trocas de pneus e só colocou os supermacios faltando 11 voltas para o final, preocupando os favoritos.

<p>Massa estava na frente de Alonso quando uma estratégia da Ferrari na segunda parada prejudicou o brasileiro</p>
Massa estava na frente de Alonso quando uma estratégia da Ferrari na segunda parada prejudicou o brasileiro
Foto: AFP
A prova

Apesar das expectativas de chuva a qualquer momento da prova, o GP da Austrália teve pista seca do início ao fim. A largada foi emocionante, com Felipe Massa e Fernando Alonso ganhando duas posições e saltando para 2º e 3º, respectivamente; Vettel manteve a ponta, enquanto Webber caiu de 2º para 7º. Raikkonen também largou bem, saindo de 7º para 4º.

A primeira parada de Vettel aconteceu na oitava volta, deixando Massa brevemente na liderança. Pouco depois, o brasileiro também parou e voltou de forma agressiva, conseguindo ultrapassagem sobre a McLaren de Sergio Pérez. As Ferraris andavam mais rápido que Vettel e encurtavam a distância para o tricampeão, enquanto Adrian Sutil, ainda sem paradas, liderava a prova.

A reviravolta para Felipe Massa aconteceu na volta 21, quando Alonso fez sua segunda parada e voltou em sétimo. Vettel também parou e voltou atrás do espanhol, mostrando acerto de estratégia da Ferrari. Mas a escuderia só chamou Massa para trocar pneus na volta 24, devolvendo o brasileiro à pista atrás de Vettel e Alonso.

<p>Vettel largou na pole, mas perdeu posições no pit stop e terminou em terceiro</p>
Vettel largou na pole, mas perdeu posições no pit stop e terminou em terceiro
Foto: Reuters

Enquanto isso, Raikkonen, que só havia feito uma parada até então, liderava com 15 segundos de vantagem sobre Alonso. A segunda parada do finlandês aconteceu só na volta 35, quando já estava mais lento que o espanhol. O piloto da Lotus voltou em quinto e manteve o ritmo acelerado, contando com paradas de Massa, Vettel e Alonso para assumir a segunda posição - atrás apenas do surpreendente Sutil, que só havia parado uma vez.

Na volta 43, Raikkonen passou Sutil e assumiu a ponta. Pouco depois, foi a vez de Alonso aproveitar o desgaste dos pneus do piloto da Force India para também conseguir a ultrapassagem. A briga entre o finlandês e o espanhol seguiu até o fim, mas Raikkonen mostrou que a vitória não escaparia ao fazer a melhor volta da prova na penúltima volta, já com os pneus deteriorados: 1min29s274. Mistura de estratégia e talento, para começar 2013 na ponta.

Confira a classificação final do GP da Austrália

1. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus): 1h30min03s225
2. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): +12s451
3. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull): +22s346
4. Felipe Massa (BRA/Ferrari): +33s577
5. Lewis Hamilton (ING/Mercedes): +45s561
6. Mark Webber (AUS/Red Bull): +46s800
7. Adrian Sutil (ALE/Force India): +65s068
8. Paul di Resta (ESC/Force India): +68s449
9. Jenson Button (ING/McLaren): +81s630
10. Romain Grosjean (FRA/Lotus): +82s759
11. Sergio Pérez (MEX/McLaren): +83s367
12. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso): +83s857
13. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber): +1 volta
14. Valtteri Bottas (FIN/Williams): +1 volta
15. Jules Bianchi (FRA/Marussia): +1 volta
16. Charles Pic (FRA/Caterham): +2 voltas
17. Max Chilton (ING/Marussia): +2 voltas
18. Giedo van der Garde (HOL/Caterham): +2 voltas

Abandonaram
Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso)
Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
Pastor Maldonado (VEN/Williams)

Não largou
Nico Hulkenberg (ALE/Sauber)

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade