PUBLICIDADE

Por apoio da F1, Hamilton diz que "pela 1ª vez não estava sozinho" após ataques racistas

Depois de receber ataques racistas após a batida com Max Verstappen, Lewis Hamilton sentiu que "pela primeira vez não estava sozinho" na Fórmula 1, após apoio de pilotos e equipes

30 jul 2021 04h17
ver comentários
Publicidade
Lewis Hamilton durante entrevista coletiva do GP da Hungria de F1
Lewis Hamilton durante entrevista coletiva do GP da Hungria de F1
Foto: AFP / Grande Prêmio

Depois da batida com Max Verstappen, durante a primeira volta do GP da Inglaterra, Lewis Hamilton foi vítima de muitos ataques racistas em suas redes sociais. Por isso, muitas equipes e pilotos se posicionaram, mostrando solidariedade a Hamilton, o único piloto negro da F1. Nesta quinta-feira (29), em coletiva de imprensa do GP da Hungria, o heptacampeão disse que foi "a primeira vez que não se sentiu sozinho" desde seu início de carreira na Fórmula 1. Lewis se referiu ao apoio que recebeu da maior das categorias do esporte.

"O que eu diria é que foi incrível ver o apoio da Fórmula 1, da minha equipe e de alguns dos pilotos", disse ele. "Senti pela primeira vez que não estava sozinho na categoria. Porque nos outros anos ou desde que iniciei minha carreira, ninguém diria nada".

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lewis Hamilton durante entrevista coletiva do GP da Hungria de F1
Lewis Hamilton durante entrevista coletiva do GP da Hungria de F1
Foto: AFP / Grande Prêmio

"Quando aconteceu em 2007, ninguém disse nada. Foi realmente incrível ver os passos que demos. É claro que não podemos tolerar isso, e não há espaço para esse tipo de coisa. Mas se eu tiver de receber isso neste setor para que as pessoas se conscientizem, isso faz parte da minha jornada, é por isso que estou aqui", acrescentou.

Sendo um dos pilotos que mais se posiciona por causas sociais, Hamilton já se queixou no passado pela falta de ação para combater o racismo que ele enfrentou no esporte. E foi também um dos motivos que o levou a criar a Comissão Hamilton, inciativa que tem como objetivo promover e apoiar a atuação de jovens negros no automobilismo.

A Fórmula 1 volta neste fim de semana do dia 1º de agosto com o GP da Hungria que encerra a primeira parte da temporada e abre o recesso de verão.

+FIA rejeita pedido da Red Bull para revisar a punição dada a Hamilton

+Mercedes acusa Red Bull de 'tentar manchar integridade de Hamilton'

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade