PUBLICIDADE

Piastri mira posto de reserva da Alpine como "passo lógico" se for campeão da Fórmula 2

Oscar Piastri busca um lugar como reserva da Alpine na próxima temporada para tentar garantir vaga na Fórmula 1 em 2023

21 set 2021 11h27
ver comentários
Publicidade
Oscar Piastri venceu a corrida principal da Fórmula 2 em Monza
Oscar Piastri venceu a corrida principal da Fórmula 2 em Monza
Foto: Prema / Grande Prêmio

Mesmo com a liderança da Fórmula 2 e a chance real de ser campeão da categoria, Oscar Piastri vive um grande dilema. Afinal, se for campeão da categoria de acesso, o jovem de 20 anos não poderá, por regra, continuar onde está no ano que vem. Ao mesmo tempo, Piastri não vê vagas disponíveis na Fórmula 1. Por isso, o australiano já traça uma meta para 2022: ser piloto de testes de alguma equipe do Mundial, como a própria Alpine, à qual é vinculado como membro da academia de desenvolvimento, para em 2023, enfim, assumir o lugar como titular.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Ao contrário de seu rival na briga pelo título da Fórmula 2, Guanyu  Zhou, Piastri não se vê com chances de lutar por uma vaga na Alfa Romeo em 2022, único assento restante no grid da F1. Por conta disso, o australiano reforçou: as metas são outras para um futuro próximo.

"Não estou na mira da Alfa Romeo, para ser honesto. Não acho que vão me escolher. Não sei muito sobre isso, mas tudo indica que não estou no páreo. Sendo da Alpine, não tenho nenhuma ligação com a Alfa Romeo, logo não seria um caminho natural. Ficaria muito feliz e surpreso se conseguisse a vaga, mas não estou confiante", disse o piloto, de forma realista, ao site Wide World of Sports.

Oscar Piastri é o líder da Fórmula 2 com 147 pontos
Oscar Piastri é o líder da Fórmula 2 com 147 pontos
Foto: Fórmula 2 / Grande Prêmio

"Independentemente da posição que terminar esta temporada, não parece que vou acabar no grid da Fórmula 1 no ano que vem. Mas tenho títulos nos últimos anos em meu currículo, o que é muito bom", recordou. Oscar foi campeão da Fórmula Renault Eurocup em 2019 e, no ano passado, conquistou a taça da Fórmula 3.

Piastri falou também sobre qual significado teria um título da Fórmula 2 em um cenário em que não teria para onde ir, no caso, para a F1 de imediato.

"Seria muito satisfatório e provaria que estou apto a ir para a Fórmula 1 no futuro. É uma situação um pouco incômoda, mas não sou o primeiro que passa por isso e nem serei o último. Mas é um pouco chato. Não temos conversas sobre o ano que vem. Mas, olhando como as coisas estão se desenvolvendo, a situação mais realista é vencer a Fórmula 2 este ano e me tornar piloto reserva de alguma equipe de Fórmula 1", projetou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"O passo lógico seria assumir o posto de piloto reserva na Alpine para almejar ser titular em 2023. Se tiver de passar 2022 fora do esporte, seria algo ok. Mas se esse prazo aumentasse para dois anos, teria de ter algumas conversas sérias para ver como seguir em frente. Dois anos afastado não é o ideal. Se chegar a esse estágio, teremos de analisar as melhores opções. Com toda certeza, não vou perder o título de F2 para conseguir correr no ano que vem. Seria muito estúpido. Têm muitas coisas erradas nesta ideia. O que acontecerá no próximo ano não muda o que estou tentando fazer nesta temporada", concluiu o piloto de 20 anos.

Mark Webber, ex-piloto da Fórmula 1 e empresário do Oscar, também mostrou preocupação em relação ao futuro de seu pupilo, mas garantiu que o talento e a consistência de Piastri é algo notado dentro do Paddock da Fórmula 1.

"É isso que as pessoas estão falando no paddock da Fórmula 1 sobre Oscar. Ele está indo muito bem na Alpine, progrediu na equipe de forma muito rápida. Só que a Alpine já tem [Esteban] Ocon e Fernando [Alonso] para 2022. É uma performance extraordinária para um estreante. Sabíamos que ele era bom, mas ele é simplesmente imune à pressão, consegue corresponder em todo fim de semana importante", exaltou Mark ao falar sobre o pupilo Oscar Piastri.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade