PUBLICIDADE

Pérez revela que Red Bull falou que 'tomaria de volta' posição dada a Verstappen na Espanha

Sergio Pérez acatou ordem da Red Bull durante o GP da Espanha do último domingo para não atrapalhar Max Verstappen enquanto liderava, e deixou transparecer certo incômodo com a escolha feita pela equipe austríaca

24 mai 2022 04h32
ver comentários
Publicidade
Sergio Pérez não ficou feliz por ter que deixar Verstappen passar na Espanha
Sergio Pérez não ficou feliz por ter que deixar Verstappen passar na Espanha
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

FÓRMULA 1 2022: TUDO SOBRE A VITÓRIA DE MAX VERSTAPPEN NO GP DA ESPANHA DE F1 | Briefing

A Red Bull conseguiu mais um 1-2 na temporada 2022 da Fórmula 1 no último domingo (22), com a vitória de Max Verstappen e o segundo lugar de Sergio Pérez no GP da Espanha, mas o sentimento foi misto no lado do mexicano após o encerramento da disputa. 'Checo' chegou a liderar a corrida, mas uma ordem de equipe da Red Bull determinou que o piloto não contestasse a vitória do atual campeão. Após a corrida, o #11 admitiu que poderia ter ido melhor em termos estratégicos.

"Acho que estava claro que a estratégia de três paradas era melhor", disse Pérez. "Então, acho que se fosse nessa direção, eu teria vencido a corrida. E funcionou para o Max [Verstappen]. Acho que foi algo que discutimos. Foi bom porque não sabíamos no momento qual estratégia seria a melhor", explicou.

Pérez deixou transparecer certo incômodo com a ordem dada pela Red Bull — desnecessária, já que Verstappen provavelmente ultrapassaria o companheiro de equipe de qualquer forma quando pudesse abrir a asa móvel —, já que os taurinos teriam dito ao mexicano que ele recuperaria a posição mais tarde na corrida.

Sergio Pérez completou mais uma dobradinha para a Red Bull, mas queria mesmo a vitória em Barcelona (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

No entanto, não foi o que aconteceu. Verstappen até chegou a ver Pérez à frente depois de rodar na curva quatro do Circuito de Barcelona, mas conseguiu tomar a primeira posição — após contar com a primeira quebra de Charles Leclerc na temporada — e sustentá-la até a bandeirada final.

"Eu apenas senti que no primeiro stint, quando deu a posição ao Max, me foi dito que eu tomaria de volta", salientou. "Quando estive na [estratégia] de duas paradas, senti que poderia passar Max e George [Russell] um pouco antes para tentar fazer a estratégia funcionar, mas provavelmente não seria suficiente", afirmou.

A próxima oportunidade de Pérez para tentar sua primeira vitória em 2022 — apenas Verstappen e Leclerc venceram até aqui — será no GP de Mônaco, marcado para acontecer no próximo final de semana, entre os dias 27 e 29 de maio.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade