0

Pérez compara passagem pela McLaren com Red Bull e se vê "mais completo como piloto"

Sergio Pérez passou sem sucesso pela McLaren há oito anos. Em 2021, ganha nova chance em uma equipe grande, na Red Bull, e espera conseguir melhores resultados após mostrar evolução na carreira

23 jan 2021
15h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Sergio Pérez conhece a Red Bull
Sergio Pérez conhece a Red Bull
Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Em 2013, após dois anos na Sauber, Sergio Pérez ganhou uma oportunidade na McLaren, substituindo Lewis Hamilton. A promissora mudança, no entanto, não deu certo e o mexicano sequer chegou ao pódio — o 5º lugar no GP da Índia foi o melhor resultado — e se envolveu em diversos toques, sendo trocado por Kevin Magnussen no ano seguinte.

Com a ida para a Force India em 2014, equipe que ficou nos últimos anos, com o nome Racing Point desde 2018, Pérez mudou o estilo de pilotagem e conseguiu a primeira vitória na Fórmula 1 na temporada passada, no GP de Sakhir. Agora, a missão será na Red Bull, ao lado de Max Verstappen.

"Sou mais completo como piloto. Cresci como pessoa e como atleta, estou muito diferente. Você pode ficar relaxado que vou fazer as coisas funcionarem dessa vez", disse ao podcast Talking Bull.

Sergio Pérez conquistou apenas um quinto lugar como melhor resultado na McLaren (Foto: LAT Photographic/Forix)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Estou certo de que as coisas vão funcionar e que teremos uma temporada de muito sucesso. É a única maneira de pagar todos na Red Bull por essa oportunidade dada em um time grande. Quero ter certeza de que vamos avançar com a equipe e dar sufoco na Mercedes, talvez até superá-los. Seria muito legal para nós na última temporada com a Honda", completou.

O mexicano ainda pontuou que não quer ser conhecido como piloto de uma única temporada decente e espera manter o bom ritmo visto no último campeonato, quando terminou na quarta posição, atrás apenas de Lewis Hamilton, Valtteri Bottas e Max Verstappen.

"Estou orgulhoso da última temporada, mas também de todos os anos que tive. Talvez as pessoas não observassem tudo porque eu terminava em sétimo lugar, mas foram grandes anos. Eu andei no limite, trabalhando duro ano após ano, sem desistir", afirmou Pérez.

"Finalmente vou ter um carro capaz de me oferecer algo a mais. As pessoas sabem da minha capacidade, mas agora é minha grande oportunidade", finalizou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade