1 evento ao vivo

Novo parceiro de Verstappen, Gasly exalta holandês e prevê aprendizado

10 fev 2019
11h10
  • separator
  • comentários

Pierre Gasly está prestes a começar um grande desafio na carreira em seu segundo ano correndo na Fórmula 1. Agora em uma equipe maior, na Red Bull, o francês que estreou na categoria na Toro Rosso substitui Daniel Ricciardo na RBR e espera mostrar serviço ao lado de um companheiro que vem em ascensão e luta para entrar na disputa do título mundial, Max Verstappen.

Mesmo que seja mais velho que o holandês, Gasly tem menos experiência na F1, já que aos 21 anos, Verstappen já vai para sua quinta temporada atrás do voltante. Além disso, o piloto número 1 da RBR fez o mesmo caminho que Gasly, saindo da Toro Rosso rumo à equipe austríaca. Aos 23 anos, o francês revelou que não teria ninguém melhor para ser seu novo companheiro do que Verstappen, em entrevista para o site motorsport.com

"Eu acho que Max, no momento, com base no desempenho que mostrou no ano passado, é difícil, comparar com Lewis [Hamilton] ou Seb [Vettel], mas ele é claramente um dos melhores e mais talentosos caras do paddock no momento. Então, para mim, é perfeito ter uma referência como ele", disse.

A boa fase de Verstappen ainda é um gás extra para Gasly. "Tenho certeza de que será útil para mim continuar aprendendo na Fórmula 1 e conseguir um melhor desempenho, e sempre acho bom ter um companheiro de equipe rápido, porque é assim que você consegue extrair o melhor de si também".

Ele ainda falou do tipo de piloto que devem esperar que ele seja. "Acho que sou um cara bem objetivo e sei quando faço as coisas certas e quando faço algo errado. E então eu sempre aprendo com esse tipo de situação. Sempre me questiono sobre o que posso fazer melhor para me aperfeiçoar como piloto, para aproveitar ao máximo o pacote que tenho. E depois de acreditar que tenho boa velocidade, consigo extrair tudo ao longo de uma volta, o que é importante na classificação", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade