PUBLICIDADE

Mercedes festeja 1-2 com surpresa: "Esperava que a Hungria seria mais complicada"

Toto Wolff não entendeu a estratégia da Red Bull de classificar com os pneus macios, mas avaliou que, se for uma estratégia de duas paradas, isso não vai importar

31 jul 2021 12h17
| atualizado às 12h56
ver comentários
Publicidade
Lewis Hamilton cravou a pole para o GP da Hungria
Lewis Hamilton cravou a pole para o GP da Hungria
Foto: Mercedes / Grande Prêmio

Toto Wolff saiu surpreso com o bom desempenho da Mercedes na Hungria. O chefe do time esperava mais dificuldades em Hungaroring, mas viu Lewis Hamilton e Valtteri Bottas conquistarem neste sábado (31) uma dobradinha no grid húngaro.

No treino classificatório em Budapeste, Hamilton assegurou a pole ao cravar 1min15s419, 0s315 melhor que Bottas. Max Verstappen foi 0s421 mais lento e acabou na terceira colocação.

Toto Wolff comemorou o bom resultado da Mercedes na classificação na Hungria
Toto Wolff comemorou o bom resultado da Mercedes na classificação na Hungria
Foto: Steve Etherington/Mercedes / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O chefe da Mercedes ficou sem entender a estratégia da Red Bull na Hungria, que usou pneus macios com Verstappen no Q2 e, portanto, vai largar com eles. Hamilton, por sua vez, inicia com médios.

"Estou feliz. Eu esperava que a Hungria fosse ser mais complicada para nós, especialmente naquelas condições", disse Wolff à emissora britânica Sky Sports. "Não sei o motivo de eles terem se classificado com o macio, talvez [o pneu da largada] não importe se for uma corrida de duas paradas", seguiu.

"Não teríamos feito isso, veremos ele se desgastar depois de um punhado de voltas", concluiu.

O GP da Hungria, 11ª etapa da temporada 2021 da Fórmula 1, tem largada prevista para 10h (de Brasília, GMT-3) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade