PUBLICIDADE

Melbourne confia em avanço da vacinação para receber GP da Austrália após 2 anos

Promotor do GP da Austrália, Andrew Westacott garantiu a prova na temporada 2022 da F1. Albert Park teve eventos cancelados em 2020 e 2021 em razão da pandemia

18 out 2021 08h41
ver comentários
Publicidade
GP da Austrália de F1 foi oficialmente confirmado para 2022
GP da Austrália de F1 foi oficialmente confirmado para 2022
Foto: Australian Grand Prix / Grande Prêmio

POR QUE EVOLUÇÃO DE RICCIARDO NA McLAREN CAMINHA A PASSOS LENTOS? | GP ÀS 10

Palco tradicional de abertura de temporadas da Fórmula 1 desde 1996, o circuito Albert Park, em Melbourne, na Austrália, não recebe o Mundial desde 2019. Na verdade, a pista estava toda pronta para abrir o campeonato em 2020, mas a corrida foi cancelada minutos antes do primeiro treino livre em razão do avanço da pandemia de Covid-19 no país. As autoridades locais chegaram a cogitar a realização da disputa no fim do ano passado, mas não foi possível levá-la adiante. Em 2021, novamente o GP da Austrália esteve no calendário, mas a prova foi cancelada e, posteriormente, substituída pelo GP do Catar. Para 2022, contudo, o retorno de uma das mais tradicionais provas do campeonato está confirmado. Graças, sobretudo, ao avanço da vacinação contra a Covid-19.

"O GP da Austrália vai fazer seu aguardado retorno ao Albert Park em 2022", disse o promotor do evento, Andrew Westacott, à versão holandesa do site Motorsport. "Melbourne também fazia parte do calendário preliminar da Fórmula 1", lembrou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Valtteri Bottas foi o vencedor do último GP da Austrália, disputado em 2019 (Foto: F1)

Com as taxas de vacinação no país em evolução contínua, acredita-se que um novo cancelamento seja improvável de acontecer. No entanto, a pista australiana deixará de ser a abertura do campeonato e passará a hospedar a terceira etapa do ano, no dia 10 de abril.

Quando enfim a Fórmula 1 retornar ao Albert Park, os fãs notarão algumas diferenças em relação à pista. A chicane das curvas 9 e 10 será removida, e o trecho será muito mais rápido. As curvas 3, 6, 13 e 15 também serão modificadas e alargadas, o que vai proporcionar um aumento das linhas de traçado que os pilotos poderão tomar. É esperado que as mudanças diminuam em cerca de 5s o tempo dos pilotos no GP da Austrália. Além disso, o asfalto foi reformado, algo que aconteceu primeira vez desde 1995, quando o circuito foi originalmente construído.

O Governo de Victoria, estado da qual Melbourne é sua capital, confirmou as previsões de Westacott. Segundo assessor de imprensa do governo, o avanço da vacinação no estado permite que o evento aconteça de forma segura. Segundo dados do portal Our World in Data, 55,69% da população australiana já está vacinada com as duas doses.

Após a confirmação do GP da Austrália no calendário de 2020, Westacott já havia afirmado que a realização do evento seria importante para a economia local. "Agora, mais do que nunca, precisamos de grandes eventos internacionais como a Fórmula 1, não apenas para ajudar nossa economia a se recuperar mas para colocar novamente uma animação em nosso caminho", concluiu.

A próxima etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 acontece neste fim de semana com a disputa do GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade