0

Mazepin reaparece após controvérsias e visita fábrica da Haas pela primeira vez

Nikita Mazepin, que não era visto em lugar algum nas redes sociais, reapareceu. O russo foi à fábrica da Haas, onde fez o molde do assento e gravou vídeos para o público

17 fev 2021
15h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Nikita Mazepin visitou a fábrica da Haas
Nikita Mazepin visitou a fábrica da Haas
Foto: Haas / Grande Prêmio

Foram semanas silenciosas de Nikita Mazepin nas redes sociais, muito por conta do caso de abuso de uma mulher nas férias da Fórmula 1. Isso só mudou nesta quarta-feira (17): o russo visitou a Haas para conhecer funcionários e fazer molde do assento, rendendo um raro vídeo ao público.

"Hoje foi o primeiro dia na fábrica para mim, foi um prazer conhecer o pessoal", disse Mazepin aos fãs. "Passamos bastante tempo esperando por isso, e é uma pena que as restrições da Covid-19 tenham causado essa espera. Fico feliz com a forma como o dia andou, fazendo o molde do assento e encontrando meus engenheiros. O foco agora é a ida para o Bahrein", seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Mazepin foi anunciado pela Haas e segue após o caso de abuso sexual (Foto: Haas)

A visita à fábrica em Banbury, na Inglaterra, é um dos primeiros passos de Mazepin na preparação para 2021. O piloto forma dupla com Mick Schumacher e tem como destaque no currículo o quinto lugar na Fórmula 2 em 2020. Além disso, há um significativo apoio financeiro à Haas, uma das equipes com menor orçamento do grid.

A jornada de Mazepin pela F1, entretanto, está longe de ser positiva até aqui. Pouco após ser confirmado como titular da Haas, o próprio piloto postou vídeo no Instagram em que aparece apartando os seios de uma mulher, claramente constrangida. O caso teve grande repercussão negativa, mas não rendeu mais do que puxões de orelha ao estreante. Outra questão que afeta o 2021 de Nikita, apesar de fugir de seu controle, é a impossibilidade de competir com a bandeira russa, dada a suspensão do país por casos de doping em esportes olímpicos.

A ação nas pistas começa apenas em março. Salvo novas reviravoltas no calendário, o primeiro GP será no dia 28, quando a F1 visita o Bahrein.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade