PUBLICIDADE

Massa ignora "Bottas é mais rápido", mas evita polêmica

30 mar 2014 - 08h12
(atualizado às 10h14)
Ver comentários
Publicidade

O piloto Felipe Massa terminou o Grande Prêmio da Malásia, realizado na manhã deste domingo, na sétima colocação. Acossado nas últimas voltas pelo finlandês Valtteri Bottas, o brasileiro não abriu passagem para o companheiro, apesar das orientações da Williams pelo rádio.

Perseguido por Bottas, Massa não conseguia incomodar o britânico Jenson Button (McLaren), então sexto colocado. Na 53ª volta, pelo rádio, a Williams esclareceu que o finlandês, com pneus menos desgastados, estava mais rápido, endossando a ultrapassagem. No 54º giro, a equipe repetiu a ordem, mas o brasileiro não cedeu.

<p>Massa se defendeu de ataques de Bottas, apesar de equipe considerar que finlandês tinha mais chances de ultrapassar Jenson Button</p>
Massa se defendeu de ataques de Bottas, apesar de equipe considerar que finlandês tinha mais chances de ultrapassar Jenson Button
Foto: Reuters

"Lutei com meu companheiro até o final. Não era fácil ultrapassar o Button. Foram pontos para a equipe e é isso que interessa", disse Massa em entrevista à TV Globo. Questionado sobre a disputa com o finlandês de 24 anos, apenas em sua segunda temporada como piloto titular, o brasileiro não se alongou: "foi uma luta, normal".

Valtteri Bottas perseguiu Felipe Massa durante boa parte do Grande Prêmio da Malásia e, curiosamente, no começo da prova a ordem da Williams pelo rádio foi inversa. Logo na sétima volta, pelo rádio, a equipe orientou o finlandês a não forçar um eventual ataque contra o companheiro de equipe.

Ofuscado pelo espanhol Fernando Alonso nas últimas temporadas na Ferrari, Felipe Massa, então primeiro colocado, atendeu a ordem da equipe de ceder a posição ao companheiro no Grande Prêmio da Alemanha de 2010 - o brasileiro considera o episódio como o pior momento da passagem pela escuderia.

Recuperação

Depois de largar da 13ª colocação do grid em Sepang, Massa fez uma boa corrida de recuperação, aproveitando o bom rendimento do carro da Williams em pista seca. Após marcar os primeiros pontos no campeonato, ele lamentou a impossibilidade de superar Jenson Button.

V6 x V8: compare o som dos motores da Fórmula 1; escute:

"A corrida foi uma luta do começo até o final. Larguei muito bem e passei alguns carros, mas precisei frear na curva quatro e acabei perdendo as posições que tinha recuperado. Voltei atrás das McLaren e é difícil ultrapassá-las, porque elas têm uma velocidade alta nas retas. Esse foi o principal problema", disse.

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prêmio da Malásia, seguido pelos alemães Nico Rosberg (Mercedes) e Sebastian Vettel (Red Bull). O Grande Prêmio do Bahrein, terceira etapa do campeonato, será realizado no próximo domingo.

GP da Malásia: veja fotos da vitória de Lewis Hamilton

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade