0

Massa diz não ter como competir com Mercedes e Ferrari

12 abr 2015
07h32
atualizado às 09h23
  • separator
  • comentários

O brasileiro Felipe Massa acredita ter obtido o melhor resultado possível no Grande Prêmio da China de Fórmula 1, ao ficar com a quinta colocação. Isso porque o piloto da Williams diz não ter condições de equiparar ao ritmo estabelecido pelos competidores de Mercedes e Ferrari.

A prova em Xangai neste domingo foi vencida pelo britânico Lewis Hamilton, seguido pelos alemães Nico Rosberg e Sebastian Vettel, e o finlandês Kimi Raikkonen. Massa completou a corrida na quinta colocação, logo à frente de Valtteri Bottas, seu companheiro na Williams.

"Nós tivemos uma boa corrida hoje e consegui tirar o máximo que dava do carro. O time teve um desempenho muito bom, mas simplesmente não temos a velocidade pura necessária para alcançar os carros da frente", explicou o brasileiro.

Massa perdeu posição para Raikkonen e terminou em 5º
Massa perdeu posição para Raikkonen e terminou em 5º
Foto: Johannes Eisele / AFP

Massa iniciou o Grande Prêmio da China na quarta colocação e tentou ultrapassar Sebastian Vettel antes da primeira curva, mas o alemão fez boa manobra defensiva. O brasileiro então ficou em posição vulnerável e foi ultrapassado de uma vez por Raikkonen e Bottas.

Antes do fim da volta inicial, no entanto, Massa conseguiu ultrapassar seu companheiro de equipe Williams e retomou a quinta posição. No restante da prova, não conseguiu se ultrapassar dos ponteiros, mas também não sofreu ameaças até receber a bandeira quadriculada.

"Vou treinar minha largada porque foi realmente a única coisa que não deu certo para nós. Conseguimos marcar o máximo possível de pontos hoje", garantiu o brasileiro, quarto colocado do Mundial.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade