4 eventos ao vivo

Liberty Media confirma Domenicali no lugar de Carey na chefia da Fórmula 1 em 2021

Após alguns dias de quase certeza, a companhia dona da Fórmula 1 confirmou o que já se sabia: Domenicali substitui Carey como diretor-executivo e presidente

25 set 2020
10h29
atualizado às 10h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Stefano Domenicali será o novo chefão da F1
Stefano Domenicali será o novo chefão da F1
Foto: Reprodução/Ferrari / Grande Prêmio

O Liberty Media aproveitou os instantes finais do segundo treino livre para o GP da Rússia de 2020, na manhã desta sexta-feira (25), para anunciar algo que circulava abertamente pelo paddock: Stefano Domenicali substitui Chase Carey e será o presidente e diretor executivo da Fórmula 1 a partir da temporada 2021.

De acordo com o anúncio, Domenicali assume o posto no dia 1º de janeiro de 2021. O atual dono deste papel, Carey, permanecerá envolvido como presidente não-executivo - mesmo cargo que Niki Lauda tinha na Mercedes nos últimos anos de vida.

Domenicali é alguém com a vida ligada ao esporte a motor desde a infância, uma vez que é nascido e criado em Ímola e graduado como administrador na Universidade de Bolonha. Antes da Fórmula 1, foi diretor de corridas do autódromo de Mugello até que, em 1995, assumiu um cargo de chefia na Ferrari, onde seguiu até se tornar chefe de equipe em 2008.

Após sair da companhia italiana, em 2014, passou os últimos anos distante da Fórmula 1: trabalhou com a Audi e chefiou a Comissão de Monopostos da FIA antes de se tornar diretor-executivo da Lamborghini. Agora, após mais de seis anos, retorna à F1.

"Estou feliz por me juntar à organização da Fórmula 1, um esporte que sempre fez parte da minha vida. Nasci em Ímola e vivi em Monza. Me mantive ligado ao esporte com meu trabalho na Comissão de Monopostos da FIA e estou ansioso para me conectar com as equipes, promotores, patrocinadores e os muitos parceiros da Fórmula 1 para continuar os negócios da categoria. Os últimos seis anos na Audi e na Lamborghini me deram novas perspectivas e experiências que vou levar para a F1", afirmou o novo executivo.

É uma mudança considerável para Carey, que se tornou presidente e diretor-executivo a partir do momento em que o Liberty Media assumiu o controle de fato da Fórmula 1, no começo de 2017. Antes de chefiar o Mundial, Carey tinha histórico no entretenimento, mas jamais em corridas.

"Foi uma honra comandar a Fórmula 1, um esporte global com muita história ao longo dos últimos setenta anos. Estou orgulhoso do time que não apenas embarcou em um grande desafio em 2020, mas devolveu propósito e determinação nas áreas de sustentabilidade, diversidade e inclusão. Estou confiante de que montamos uma fundação segura para negócios crescerem a longo prazo. Foi uma aventura e gostei de trabalhar com as equipes, com a FIA e nossos parceiros. Estou ansioso para ajudar Stefano na transição", afirmou Carey.

Quem também se manifestou foi Greg Maffei, presidente e diretor-executivo do grupo Liberty Media.

"Chase fez um trabalho fenomenal no comando da Fórmula 1. Ele montou uma organização comercial e esportiva de alto nível que alcançou uma longa lista de realizações, inclusive o aumento de presença digital, estabelecendo novo regulamento técnico, assegurando um teto de gastos pela primeira vez e alcançando o novo Pacto da Concórdia com as equipes", disse.

"Suas ações reforçaram a F1 como pináculo do esporte a motor. Como sempre, ele foi um grande parceiro e estou ansioso para vê-lo continuar no conselho em seu novo papel como não-executivo. Estamos empolgados em receber Stefano Domenicali como presidente e CEO da Fórmula 1. Ele traz uma rica história de sucesso na F1, pela Ferrari, e na indústria automotiva com Audi e Lamborghini", encerrou.

As atividades de pista em Sóchi seguem no sábado, às 5h (de Brasília), com o terceiro treino livre. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade