PUBLICIDADE

Leclerc diz que Hungaroring favorece Ferrari, mas pontua: "Prefiro ser realista"

A Ferrari não terminou bem o primeiro dia de treinos para o GP da Hungria, com os dois pilotos fora do top-10. Charles Leclerc fechou em 11º, seguido de perto por Carlos Sainz

30 jul 2021 14h29
ver comentários
Publicidade
Charles Leclerc fechou o primeiro dia na 11ª posição
Charles Leclerc fechou o primeiro dia na 11ª posição
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

A Ferrari teve uma sexta-feira (30) discreta nos primeiros treinos livres para o GP da Hungria, com os dois carros fora do top-10. Charles Leclerc ficou com a 11ª posição, seguido de perto pelo companheiro Carlos Sainz. Na primeira sessão, porém, os dois mostraram bom rendimento.

Com resultados distintos nas sessões, a dupla tenta ser realista sobre o que esperar para o restante do fim de semana. Na última etapa, o GP da Inglaterra, Leclerc viu a vitória escapar nas últimas voltas após ser ultrapassado por Lewis Hamilton.

"Não gosto de sonhar, prefiro ser realista. Com certeza, no papel, é uma das melhores pistas para nós. Não acho que devemos esperar o nível de performance de Mônaco ou Silverstone, onde brigamos por pódios, pois Mercedes e Red Bull seguem os carros mais fortes", disse Leclerc à emissora Sky Italia.

"Com certeza, se tiver uma oportunidade, vamos buscá-la. Mas o que podemos mirar e nosso principal objetivo é estar na frente do meio do pelotão, onde brigamos neste momento. Esse é um objetivo realista e acreditamos que podemos alcançar", completou.

Carlos Sainz deixa o box da Ferrari no Hungaroring, palco do GP da Hungria (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sainz também comentou sobre o desempenho da Ferrari no primeiro dia de treinos e comparou o circuito húngaro para a travada pista de rua em Mônaco, quando a escuderia conseguiu a primeira pole-position da temporada.

"É uma pista mais com a cara da Ferrari do que as últimas, com certeza. Como Mônaco, acho que não. Porque Hungaroring não é Mônaco, nem Baku, as curvas são bem mais rápidas", pontuou o espanhol.

"Mas não podemos dizer que é uma pista para a Ferrari, mas com certeza melhor que as últimas. E esse é nosso objetivo. Os carros com mais downforce, como Red Bull e Mercedes, vão estar na frente, mas vamos tentar entrar na briga logo atrás deles", finalizou.

A Fórmula 1 volta a acelerar em Hungaroring neste sábado. O terceiro treino livre está marcado para 7h (de Brasília, GMT-3), enquanto a classificação acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade