PUBLICIDADE

Horner diz que Wolff é "tipo de fera" diferente de chefes "cavalheiros" da F1

A temporada 2021 acabou tem um mês, mas tudo indica que a relação entre os chefes de Red Bull e Mercedes, Christian Horner e Toto Wolff, vai seguir azeda

16 jan 2022 08h32
ver comentários
Publicidade
Christian Horner e Toto Wolff mantém relação curiosa
Christian Horner e Toto Wolff mantém relação curiosa
Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

O QUE F1 RESERVA COM REVOLUÇÃO NAS REGRAS DE 2022?

A temporada 2021 da Fórmula 1 apresentou diversas camadas de competitividade que fizeram dela um clássico instantâneo, mas um dos elementos mais essenciais na construção de toda a rivalidade entre os dois pilotos que mandaram no campeonato foi a batalha entre as chefias. Red Bull e Mercedes se acusaram gravemente ou alfinetaram de modo mais leve ao longo de todo ano e, ao tirar pelo que diz Christian Horner, a situação vai seguir longe da amizade para o futuro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

De acordo com o chefe da Red Bull, a situação de 2021 esteve longe daqueles de um passado até mesmo recente, como nas brigas da equipe dos energéticos contra a Ferrari em 2012, por exemplo. O que faz ser diferente do cavalheirismo romântico que a F1 gosta de cantar em verso e prosa? Toto Wolff, o chefe da Mercedes.

"Quando estávamos numa luta entre Sebastian Vettel e Fernando Alonso pelo título mundial, Stefano Domenicali era o chefe da Ferrari. Naquela época, a competição era diferente. Digamos, num nível de cavalheiros", disse à revista holandesa Formule 1.

Wolff é diferente dos cavalheiros da F1, diz Horner (Foto: XPB/Red Bull Content Pool/Getty Images)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram

FIA anuncia passo a passo da investigação sobre GP de Abu Dhabi e já cita 'novo Masi'

"Ano passado foi intenso dentro e fora da pista. Toto joga de outro jeito. É um outro tipo de fera. Eu gosto? Não. É parte do esporte? Sim, é", falou.

"Não sei se sou bom nisso, mas tenhou grande paixão pelo esporte. Cresci nessa indústria e creio que o que você faz na pista é o mais importante e que importa mais.

O público vai começar a entender se as duas equipes seguem na ponta da F1 e brigando entre si por mais um título a partir do começo dos testes coletivos de pré-temporada, no dia 23 de fevereiro, na Espanha. A temporada começa com o GP do Bahrein, no fim de março.

MICHAEL MASI CAIU! E AGORA, HAMILTON FICA NA F1?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade