7 eventos ao vivo

Hamilton destaca Bottas e se diz grato a companheiros de equipe por recordes na F1

Lewis Hamilton elogiou Valtteri Bottas "por ser o adversário e o companheiro que é". O britânico sente que não teria tanto sucesso na Fórmula 1 sem a pressão imposta por rivais diretos

26 out 2020
06h53
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
A Mercedes conseguiu novamente uma dobradinha, com vitória de Hamilton e Bottas em segundo
A Mercedes conseguiu novamente uma dobradinha, com vitória de Hamilton e Bottas em segundo
Foto: Mercedes / Grande Prêmio

Lewis Hamilton virou o maior vencedor da história da Fórmula 1, só que isso não seria possível sem um empurrãozinho de rivais diretos. Refletindo sobre as 92 vitórias na principal categoria do automobilismo, Hamilton reservou um momento para agradecer Valtteri Bottas "por ser o adversário que é" e demais companheiros de equipe ao longo da carreira.

"É uma equipe inteira e acho que todos entendem que fazem parte disso", disse Hamilton após a vitória em Portugal. "Sou muito grato aos meus companheiros de equipe. Ao Valtteri, por ser o adversário que é, o companheiro que é, por me levar adiante. Nós costumamos ir na mesma direção, apesar de ser um contra o outro, e é um privilégio trabalhar com ele", seguiu.

Bottas costuma representar uma ameaça a Hamilton, mas raramente levando a melhor. Na F1 2020, são duas vitórias para o finlandês e oito para o britânico. Companheiros de equipe do passado representaram ameaça maior: Nico Rosberg e Fernando Alonso venciam com mais frequência e eram capazes de criar conflito interno, isso enquanto Valtteri ajuda a manter ambiente pacífico.

Lewis Hamilton soma 92 vitórias na F1 (Foto: Beto Issa)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A jornada rumo aos recordes começou com a estreia na McLaren em 2007, mas foi potencializada com a ida para a Mercedes em 2013. Hamilton voltou a aplaudir o esforço coletivo da equipe mais dominante da história da F1.

"Eu me sinto orgulhoso do trabalho que pude fazer hoje [GP de Portugal] e das coisas que superei, mas também do trabalho que fizemos coletivamente. Isso me lembrar o começo, quando tomei a decisão de vir para essa equipe. Eu sabia que a gente venceria campeonatos. Se eu sabia que a gente venceria tantos? Não. Se eu achava que venceríamos tantas corridas? Claro que não. São tempos fenomenais para nós e a coisa boa é que não sou só eu fazendo história", encerrou.

Hamilton já tem o maior número de vitórias e entra em contagem regressiva para igualar o recorde de títulos. Lewis está com a mão na taça, que será a sétima na F1.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade