PUBLICIDADE

Grosseria de Mazepin com Mariana Becker diz tudo

A resposta rendeu a informação que a repórter queria: o russo fez o que fez na pista porque é assim fora dela

17 abr 2021
15h11 atualizado às 15h25
0comentários
15h11 atualizado às 15h25
Publicidade
Há pilotos que entram na Fórmula 1 em baixa e percorrem a chamada jornada do herói, recuperação notória que empurra um personagem de rejeitado a queridinho. Mas Nikita Mazepin é uma figura que começa sua trajetória de maneira diferente: ele é a via crúcis que o fã da categoria precisa enfrentar. E deu nova demonstração disso ao falar com a imprensa neste sábado (17), em Ímola, durante o treino de classificação.
Nikita Mazepin: o bobo da corte que se vê rei
Nikita Mazepin: o bobo da corte que se vê rei
Foto: haas / Grande Prêmio

Após rodar várias vezes na primeira etapa do campeonato, inclusive abandonar a corrida por isso, Mazepin já rodou mais de uma vez em Ímola neste fim de semana, mas nem foi esse o maior problema. O piloto da Haas repetiu no fim do Q1 italiano algo que já fizeram no mesmo ponto da classificação barenita: ignorou um acordo de cavalheiros. Atacou Antonio Giovinazzi na hora de abrir a última volta e não deixou qualquer espaço para o italiano.

A atitude, em si, não era ilegal ou passível de punição, mas certamente ausência completa de uma das muitas cortesias que os pilotos trocam para que treinos de classificação funcionem mesmo com 20 carros ao mesmo tempo na pista. Giovinazzi reclamou no rádio da Alfa Romeo e reiterou, ainda que com educação, na entrevista que concedeu à repórter Mariana Becker, da Band.

Nikita Mazepin bateu (de novo) na última sexta-feira, em Ímola (
Nikita Mazepin bateu (de novo) na última sexta-feira, em Ímola (
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Instantes depois, Becker perguntou a Mazepin o que tinha acontecido. Com sorriso irônico no rosto, o desegradável playboy mostrou mais uma vez que dinheiro não compra educação. "Acho que eu o ultrapassei".

Repórter experiente e de qualidade inegável, Becker disse que tudo certo e retirou o microfone. Atitude correta de quem sabe que a informação estava dada. Não no que Mazepin disse, mas em como agiu: porque é um babaca. E babacas não respeitam acordos de cavalheiros.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1.

 
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade