0

Dano no assoalho teria comprometido desempenho de Hamilton na Austrália

21 mar 2019
09h55
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de largar na pole-position do Grande Prêmio da Austrália, no último domingo, Lewis Hamilton acabou não indo muito bem, e viu Valtteri Bottas vencer a corrida com sobras. O desempenho irregular do britânico, contudo, pode ter uma explicação mecânica.

Depois de realizar uma análise no carro de Hamilton, James Vowles, engenheiro da Mercedes, constatou que houve um dano no assoalho do veículo.

"Após a inspeção do carro de Lewis, notamos alguns danos no que chamamos de área de vedação de pneus…Se você olhar para a imagem do assoalho, verá o carbono quebrado bem na frente do pneu traseiro naquela região", disse.

De acordo com o engenheiro, é possível que Hamilton tenha danificado o carro após passar por cima de algumas zebras, fato que ocorreu na quarta volta.

"Essa área é bastante sensível aerodinamicamente, tanto para downforce quanto para o equilíbrio do carro. E acreditamos que tivemos isso durante a corrida quando passamos por cima de algumas zebras", afirmou.

Por fim, Vowles utilizou esse dano no assoalho para justificar o desempenho de Hamilton, garantindo inclusive que o piloto correu o risco de deixar a corrida.

"Lewis teve que fazer um longo stint no pneu médio depois de cobrir a ameaça de Vettel, então ele já estava tendo que administrar esses pneus significativamente, dificultando seu progresso. Ele realmente teve que cuidar disso….Mas, além disso, aquele dano no assoalho não o ajudou. Isso lhe rendeu uma traseira mais instável do que normalmente estaria. Ele fez um trabalho fantástico ao levar o carro até o final da corrida", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade