PUBLICIDADE

Coulthard diz que Wolff ficou "mais chocado" do que Hamilton por perda de título em 2021

David Coulthard, ex-piloto de Fórmula 1, acredita que Lewis Hamilton ficou "emotivo" após perda do título, mas vê Toto Wolff mais "chocado" do que o heptacampeão

25 jan 2022 11h29
ver comentários
Publicidade
Hamilton não se pronunciou ainda desde que perdeu o título da F1 para Verstappen
Hamilton não se pronunciou ainda desde que perdeu o título da F1 para Verstappen
Foto: Mark Thompson/Getty Images / Grande Prêmio

BOTTAS POUCO REBELDE MOSTRA FALTA DE AMBIÇÃO NA F1

A Fórmula 1 2021 acabou, é verdade. Mas a etapa final do campeonato, o polêmico e conturbado GP de Abu Dhabi, ainda é um assunto muito quente. Isso porque, sem manifestações de Lewis Hamilton nas redes sociais desde o dia 11 de dezembro do ano passado, Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes, já relacionou o silêncio do heptacampeão com a perda do título no circuito de Yas Marina, ao dizer que o britânico estava "sem palavras".

Só que para David Coulthard, ex-piloto de F1, foi Wolff quem sentiu mais a perda do título. Segundo o escocês, o choque foi muito maior para o dirigente austríaco.

"Acho que ele [Hamilton] ficará entediado com todos dizendo a ele: Você foi roubado, Lewis!', ou 'Você é o campeão do povo, Lewis!'", disse Coulthard, em entrevista ao The Telegraph. "Ele estará evitando até mesmo ter essas conversas", acrescentou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Lewis Hamilton não se pronunciou após perder título da F1 para Verstappen (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Inconformada, Mercedes diz que Fórmula 1 "não pode rasgar regras pelo bem do show"

Chefe da Mercedes vê rivalidade com Red Bull igual a "boxeadores trocando socos"

"Acho que Abu Dhabi não muda nada. Claro, ele gostaria de ter vencido. Acho que ele ficou muito emotivo, como qualquer um ficaria naquelas circunstâncias", seguiu.

"Mas acho que a realidade é que o choque provavelmente foi muito menor para ele do que foi para Toto, ou o resto do time, ou seus fãs", completou.

Em 2001, Coulthard ficou com o vice-campeonato da F1 em 2001, pela McLaren. Por isso, ele explica como o estado psicológico do piloto pode, realmente, ficar vulnerável.

"Não posso me comparar a Lewis em termos de sucesso ou velocidade, mas acho que posso me relacionar com esse distanciamento emocional, uma vez que o momento passa", explicou ele. "A euforia do sucesso desaparece rapidamente, e a decepção da derrota também desaparece rapidamente", concluiu.

PORSCHE E AUDI: EM VEZ DE SOLUÇÃO, PROBLEMA PARA A F1?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade