PUBLICIDADE

Chefe da Red Bull se anima com novo circuito de Jedá: "É uma pista para Verstappen"

A primeira impressão do circuito de Jedá para Christian Horner foi positiva porque deixou, na visão do britânico, para trás a teoria de que o motor mais potente será determinante na Arábia Saudita

3 dez 2021 16h27
ver comentários
Publicidade
Christian Horner acredita que o circuito de Jedá tem a cara de Verstappen
Christian Horner acredita que o circuito de Jedá tem a cara de Verstappen
Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

As previsões sobre o fim de semana do GP da Arábia Saudita davam a entender que a Mercedes se sairia melhor no novo circuito de rua de Jedá em razão da potência do motor nos longos trechos de alta velocidade. Entretanto, segundo Christian Horner, a realidade não é bem assim, em que pese Lewis Hamilton e Valtteri Bottas terem feito 1-2 no treino livre 2 em Jedá nesta sexta-feira (3). No entendimento do chefe da Red Bull, o traçado tem mesmo a cara de Max Verstappen.

"É uma pista para Max. Altas velocidades, muros, zebras, você viu que ele era o mais rápido que todos desde o começo. Ele está curtindo", destacou um otimista Horner em entrevista à emissora britânica Sky Sports pouco depois do desfecho dos trabalhos de pista.

"O circuito é um pouco mais apertado do que sugeriram as informações, as curvas estão um pouco mais estreitas. Portanto, não há toda a ênfase em potência que achamos que seria. E isso é encorajador. Você pode ver que há 0s1 ou 0s2 entre dois carros, entre os pilotos", ressaltou.

Max Verstappen foi o quarto mais rápido na noite desta sexta-feira em Jedá
Max Verstappen foi o quarto mais rápido na noite desta sexta-feira em Jedá
Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

No treino livre 2, o mais significativo para comparação da performance entre os carros porque aconteceu no período da noite, o mesmo em que serão realizadas a classificação e a corrida em Jedá, nada menos que os 12 primeiros carros foram separados por menos de 1s.

Assim, diante das características reais de Jedá depois de um primeiro dia bastante movimentado, Horner não escondeu o sorriso. "Neste tipo de circuito, é muito encorajador".

"Vai ser quem tirar o máximo dos pneus, de uma volta limpa, tirar o máximo do carro e correr o mais perto possível dos muros. Vai ser uma disputa fascinante. A classificação vai ser crucial, como todos os circuitos de rua, e então tudo pode acontecer na corrida", previu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sergio Pérez foi duramente cobrado por Christian Horner
Sergio Pérez foi duramente cobrado por Christian Horner
Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Horner também foi questionado sobre a performance dos pneus macios, sobretudo no período da noite. Lewis Hamilton, Valtteri Bottas e Max Verstappen, por exemplo, tiveram dificuldades para melhorar suas marcas com os compostos vermelhos. A dupla da Mercedes fechou a sessão com seus respectivos melhores tempos com pneus médios. Max até melhorou, mas não o bastante para superar os carros da equipe chefiada por Toto Wolff.

"O pneu foi uma diva para entrar na janela e obter o máximo [da performance] então haverá muita análise para as voltas de saída, de preparação, esse tipo de coisa. Ouvindo os comentários, não acho que estamos sozinhos nessa, acho que houve outros que sofreram para colocar o carro na janela certa. Mas, uma vez que você desbloqueia isso, você pode ver que há muita performance lá", explicou.

Por fim, Horner cobrou Sergio Pérez, nono mais rápido na noite desta sexta-feira, e disse que o mexicano precisa estar mais à frente no grid não apenas para ajudar Max na luta pelo título contra Hamilton, mas também para ser um elemento importante para a Red Bull na busca pela taça do Mundial de Construtores. A Mercedes está apenas 5 pontos à frente da equipe taurina.

"'Checo' começou devagar, mas está ganhando impulso. Dá para ver que ele está evoluindo. É uma velha raposa astuta, que sabe não se arriscar por antecipação nos circuitos de rua. Sempre anda bem em circuitos como Sóchi, Baku e Mônaco, então ele está trabalhando em cima disso", disse.

F1 NA ARÁBIA: HAMILTON DOMINA, LECLERC BATE FORTE | Briefing

"Estamos dando o nosso melhor para apoiar Sergio. Ele está reagindo nas últimas corridas e tem mandado bem. Precisamos muito, desesperadamente mesmo dele na luta nas duas últimas corridas. Queremos os dois carros na frente, não apenas um", cobrou o chefe da Red Bull.

A Fórmula 1 volta a acelerar em Jedá neste sábado. O treino livre 3 acontece às 11h (de Brasília, GMT-3), enquanto a classificação está marcada para 14h, sempre com transmissão ao vivo da emissora por assinatura BandSports e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades de pista do GP da Arábia Saudita de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade