PUBLICIDADE

Chefe da Mercedes quer "calibrar" atitude de Russell para evitar atrito com Hamilton

Chefe da Mercedes, Toto Wolff já aconselha George Russell e que irá "calibrar" comportamento do jovem para evitar rusgas com Lewis Hamilton

20 set 2021 13h02
ver comentários
Publicidade
A Mercedes está atenta para a relação entre Hamilton e Russell em 2022
A Mercedes está atenta para a relação entre Hamilton e Russell em 2022
Foto: Lewis Hamilton/Twitter / Grande Prêmio

Com a contratação de George Russell para a temporada de 2022, a Mercedes já se prepara para receber o prodígio e ter sob sua batuta uma dupla britânica de pilotos com enorme talento e muita ambição. Por conta disso e de experiências do passado, Wolff afirma que irá procurar moldar o jovem de 23 anos. Tudo para evitar conflitos com Lewis Hamilton nos próximos anos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Em entrevista ao site oficial da Fórmula 1, o chefe da equipe de Brackley recordou os anos entre 2013 e 2016, quando Nico Rosberg e Lewis Hamilton dividiram garagem e protagonizaram uma rivalidade visceral e que rachou a Mercedes nos bastidores. O dirigente austríaco deixou claro que não quer saber de ver um repeteco da guerra interna na equipe e, por isso, já aconselha seu futuro piloto.

"Ele [Russell] provou que merece um assento em um carro de ponta. Agora, precisamos adaptá-lo à situação da Mercedes, que é cheia de pressão. Além disso, ele terá um companheiro de equipe excepcional, detentor dos maiores recordes e é muito importante calibrá-lo na direção correta", comentou.

"Já vimos situações no passado em que isso deu errado. Lewis fez parte de uma época em que a equipe não entendeu o potencial da situação. Agora, estamos mais preparados para isso. Mas, de qualquer forma, ele tem a ambição de se tornar um campeão mundial, assim como Lewis quer ganhar outro título. É uma questão de ajustar, salientou Wolff.

Toto Wolff prometeu instruir George Russell na Mercedes
Toto Wolff prometeu instruir George Russell na Mercedes
Foto: LAT Images/Mercedes / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O discurso da Mercedes sobre seus pilotos para 2022 é o mesmo que vigorou ao longo dos últimos anos. Segundo Toto, o tratamento será igual para Lewis e George.

"Acho que você tem de respeitar a ambição e a perspectiva alheia. Não vamos colocar em nosso carro um piloto que não tenha ambição de fazer o melhor para vencer o companheiro de equipe, ganhar corridas e títulos, isso é fato. Então, me coloco sob essa perspectiva, discuto com ele o que isso significa para a dinâmica da equipe, o que pode significar, como devemos manter o ritmo da equipe. Ele é bem inteligente, entende tudo isso", explicou.

"Acho que será satisfatório se tivermos no top-3 em termos do pacote do carro, lutando por vitórias. Essa é sempre nossa ambição, o que temos como receita para o longo prazo, a receita da vitória. Se tivermos um carro que possamos desenvolver e lutar pelo título, com certeza ele terá o mesmo carro que Lewis. Ele tem ritmo, é muito rápido em classificação, tenho certeza que vai se dar bem aqui", concluiu Toto Wolff.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade