PUBLICIDADE

Chefe da Ferrari destaca "talento fantástico" de Leclerc e crava: "Será o próximo campeão"

Mattia Binotto, chefe da Ferrari, não economizou elogios a Charles Leclerc e vê o monegasco pronto para brigar pelo título, inclusive conquistar a F1 no futuro próximo

27 nov 2021 10h24
| atualizado às 10h51
ver comentários
Publicidade
Charles Leclerc ganhou rasgados elogios de Mattia Binotto
Charles Leclerc ganhou rasgados elogios de Mattia Binotto
Foto: Scuderia Ferrari / Grande Prêmio

HAMILTON COM MERCEDES 'MEGA DIVA': RED BULL AINDA RESPIRA NA F1 2021?

Em 2021, a Ferrari possui uma das melhores duplas do grid da Fórmula 1, com Charles Leclerc e Carlos Sainz. Enquanto o monegasco faz o terceiro ano com a escuderia, o espanhol estreia no time nesta temporada e já alcança bons resultados.

Apesar de dois bons pilotos, a aposta de Mattia Binotto, chefe da equipe, está exclusivamente focada em Leclerc. Em entrevista à revista GP Racing, o dirigente italiano pontuou que Charles tem tudo para ser campeão da F1 nos próximos anos.

"Temos investido nele a longo prazo porque estamos convencidos de que será o próximo campeão mundial. É muito rápido. Não apenas em uma volta, mas também com habilidade para atacar e defender nas corridas sem perder ritmo, o que é excepcional. Sempre me lembro da maneira com que defendeu contra o Lewis [Hamilton] em Monza, em 2019, ou contra o [Max] Verstappen em Silverstone", disse Binotto.

Charles Leclerc segue como grande aposta da Ferrari para o futuro (Foto: Ferrari)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

"Charles realmente é muito bom gerenciando a pressão e é capaz de ganhar porque tem uma mentalidade vencedora necessária quando está na frente e dominando a situação. É um talento fantástico", completou.

Binotto seguiu com os elogios a Leclerc e o descreveu, inclusive comparando o monegasco de 24 anos, que possui contrato com a Ferrari até 2024, com outros pilotos da equipe no passado.

"A forma de controlar o desgaste de pneus agora é diferente de quando começou. Desenvolveu uma sensibilidade com o carro e os pneus, isso o distingue dos bons pilotos. Se possui talento, pode tirar o máximo de um bólido, assim como faziam Michael Schumacher e Fernando Alonso", pontuou.

Após 20 etapas, Leclerc ocupa a sexta colocação no Mundial de Pilotos da F1, com 152 pontos, com apenas um pódio conquistado, em Silverstone, além de poles em Mônaco e Azerbaijão. Carlos Sainz, seu companheiro, aparece na sequência, em sétimo.

O QUE COMPRAR E VENDER NA BLACK FRIDAY DO ESPORTE A MOTOR | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade