PUBLICIDADE

Chefe da Alfa Romeo minimiza negociação com Andretti em 2021: "Foi uma distração"

Frédéric Vasseur, chefe da Alfa Romeo, disse que a negociação com Michael Andretti não atrapalhou o desenvolvimento do carro para a F1 2022, mas mexeu com algumas áreas internas

14 jan 2022 04h41
ver comentários
Publicidade
A Alfa Romeo negociou, mas não fechou parceria com Michael Andretti
A Alfa Romeo negociou, mas não fechou parceria com Michael Andretti
Foto: Alfa Romeo / Grande Prêmio

CAIU MICHAEL MASI. E AGORA, HAMILTON CORRE NA F1 2022?

Durante boa parte de 2021, uma negociação foi alvo de boa parte dos olhares de fãs da Fórmula 1, envolvendo a Alfa Romeo e o ex-piloto Michael Andretti. O dono de equipe da Indy demonstrou interesse em adquirir o time e, por conta disso, especulações com nomes de pilotos borbulharam no noticiário. No fim, o negócio não se concretizou e ambas as partes seguem separadas.

Andretti chegou a dizer que o acordo ficou a 48 horas de ser finalizado. Meses depois, foi a vez de Frédéric Vasseur, chefe da Alfa Romeo, comentar sobre o assunto.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Valtteri Bottas e Frédéric Vasseur terão relação próxima em 2022 (Foto: Alfa Romeo)

"Não paramos nossa parte técnica e nem diminuímos o ritmo de desenvolvimento, com certeza. Em algumas discussões, com patrocinadores, pilotos e etc, eu estive presente", afirmou o dirigente em entrevista ao site Autosport.

"No fim, não mudou a situação. Nao houve impacto, exceto por algumas decisões adiadas. Foi uma distração para mim", completou Vasseur.

Em 2022, além do novo regulamento, a Alfa Romeo vai contar com uma dupla nova na equipe. Valtteri Bottas será o experiente piloto após anos na Williams e na Mercedes, enquanto o novato Guanyu Zhou foi promovido após algumas temporadas na Fórmula 2.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade