1 evento ao vivo

Chefe afirma que proibição de bandeira russa não afeta Haas e minimiza polêmica

Guenther Steiner, chefe da Haas na F1, minimizou o uso de cores da bandeira russa no carro. O dirigente assegurou também que não está violando proibição da Agência Mundial Antidoping

4 mar 2021
15h00
atualizado às 15h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Nikita Mazepin vai acelerar o carro de numeral 9 em 2021
Nikita Mazepin vai acelerar o carro de numeral 9 em 2021
Foto: Haas F1 Team / Grande Prêmio

Após a Haas apresentar nesta quinta-feira (4) o VF-21 para a temporada 2021, o chefe Guenther Steiner comentou as novas cores e a relação delas com a proibição do uso da bandeira russa na Fórmula 1, consequência de um escândalo de doping.

"Obviamente não podemos usar a bandeira russa como bandeira russa, mas você pode usar as cores do carro", disse Steiner. "No final das contas, é o atleta que não consegue mostrar a bandeira russa e não a equipe. A equipe é americana. Não escapamos de nada. Chegamos a essa decisão no ano passado, antes de tudo isso da WADA e da bandeira russa surgir", seguiu.

Foto: Grande Prêmio

O veto do uso da bandeira russa na F1 é fruto de decisão do Tribunal Arbitral do Esporte, que reagiu à descoberta da WADA de um esquema de dopagem com apoio do governo russo. Isso significa que Nikita Mazepin, novato da Haas, estará impedido de correr com símbolos ligados a seu país natal por dois anos. Steiner afirmou, por sua vez, que essa punição não atinge a Haas, mesmo que a equipe use as cores da bandeira russa.

Steiner ainda frisou que mantém contato com a FIA, a entidade máxima do automobilismo mundial, sobre o que é permitido na F1. "Estamos sempre em contato com a FIA sobre coisas como essa. Eu não acho que eles podem aprovar isso. É a WADA, não é uma regra da FIA", destacou.

Dentro das pistas, a Haas contará com Mazepin e Mick Schumacher como pilotos para a temporada. A escuderia aguarda o início do campeonato no dia 28 de março. Antes disso, entre os dias 12 e 14 do mesmo mês, a pré-temporada acontece também em Sakhir.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade