0

CEO diz que promessas cumpridas pela McLaren convenceram Ricciardo para 2021

Para Zak Brown, CEO da McLaren, as promessas feitas pela equipe ajudaram a convencer Daniel Ricciardo para 2021 após o fracasso das negociações em anos anteriores

16 set 2020
09h44
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Com o resultado, Ricciardo aparece em nono na tabela
Com o resultado, Ricciardo aparece em nono na tabela
Foto: Renault / Grande Prêmio

Daniel Ricciardo será piloto da McLaren a partir de 2021. Depois de recusar uma proposta da equipe para substituir Fernando Alonso na temporada 2019, o australiano aceitou sair da Renault — onde corre atualmente — para defender o time de Woking a partir do próximo ano até o fim de 2022.

Para Zak Brown, CEO da McLaren, a evolução da equipe nas últimas duas temporadas ajudou a conquistar Ricciardo durante as negociações, fazendo as promessas atuais mais fáceis de cumprir do que anos atrás.

"Há alguns anos, estávamos em uma horrível temporada, uma das piores da história da McLaren. Tudo que eu poderia fazer era prometer para o Daniel as minhas intenções. Mas, em algum ponto, eram só palavras. Foram muitas promessas. Eu acho que ele pensou 'é, parece bom, mas não depois de uma temporada ruim da McLaren'. Agora, o conquistamos por essas razões", afirmou Brown ao podcast In the Fast Lane.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Andreas Seidl (esq.) e Zak Brown (dir.), da McLaren (Foto: McLaren)

"Agora, não digo 'vou conseguir um chefe de equipe', eu falo que tenho o Andreas Seidl, que está fazendo uma enorme diferença no time. Não digo 'vou pegar um bom diretor-técnico', tenho o James Key aqui. Acho que um mostrou que cumpro aquilo que prometo e os resultados estão aparecendo", completou Brown.

Segundo o dirigente, a presença de Andreas Seidl na McLaren foi um fator determinante para a contratação de Ricciardo. O piloto que atualmente defende a Renault é apreciador do trabalho do ex-Porsche.

"Ele é um grande fã do Andreas, acho que isso fez a diferença na negociação. Ele diz que o Andreas é 'um monstro'. E acho que diz no bom sentido", comentou.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade