PUBLICIDADE

Bottas diz que ritmo era bom na Espanha e que briga com Leclerc "tornou tudo difícil"

Valtteri Bottas sente que tinha um bom ritmo em Barcelona, mas que não conseguiu mostrar isso por conta de Charles Leclerc. O monegasco segurou o finlandês nas primeiras voltas e custou caro

9 mai 2021 12h08
ver comentários
Publicidade
Valtteri Bottas voltou a ser terceiro colocado
Valtteri Bottas voltou a ser terceiro colocado
Foto: Javier Soriano/AFP / Grande Prêmio

Valtteri Bottas largou em Barcelona neste domingo (9) confiando em uma luta pela vitória, mas seguiu no mesmo terceiro lugar que estava no grid de largada. Olhando para trás, o finlandês lamenta: perder tempo em brigas com Charles Leclerc acabou com as chances de transformar a velocidade em um resultado melhor.

Bottas foi ultrapassado por Leclerc na primeira volta. Só deu para ultrapassar o piloto da Ferrari no primeiro ciclo de pit-stops, quando Max Verstappen e Lewis Hamilton já tinham zarpado e construído enorme vantagem.

"Acho que o que tornou tudo difícil foi perder posição para o Charles [Leclerc] na primeira volta, na saída da curva 3", disse Bottas. "Eu não o vi em um primeiro momento, mas ele pegou um traçado melhor. Eu fiquei preso atrás dele por algum tempo, o que comprometeu nossa corrida. De resto, o ritmo não era tão ruim. É uma pena, mas pelo menos conseguimos o pódio. Acho que são pequenos detalhes. Sinto que o problema foi a curva 2 na primeira volta. Caso contrário, tínhamos ritmo", ponderou.

Valtteri Bottas refletiu sobre mais um terceiro lugar
Valtteri Bottas refletiu sobre mais um terceiro lugar
Foto: Mercedes / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Bottas, assim passou a maior parte do tempo andando sozinho em terceiro. Nem mesmo o plano de conseguir a volta mais rápida deu certo, já que Verstappen conseguiu o ponto de bonificação no apagar das luzes.

O pódio é o terceiro de Bottas em 2021, que agora chega aos 47 pontos. É exatamente a metade da pontuação de Lewis Hamilton, que chegou aos 94 em Barcelona. O finlandês também não consegue acompanhar Max Verstappen, agora com 80. A próxima etapa, com uma nova chance de redenção para Valtteri, é o GP de Mônaco, marcado para daqui duas semanas.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade