PUBLICIDADE

Alpine exalta melhora e diz que "principal motivo" para retorno de Alonso é 2022

Depois de um início difícil, Fernando Alonso vem tendo um melhor desempenho pela Alpine. Mas, para Marcin Budkowski, diretor-executivo da equipe, isso só mostra como o bicampeão mundial está ainda mais focado para 2022

24 jul 2021 14h20
ver comentários
Publicidade
Fernando Alonso foi o sétimo colocado do GP da Inglaterra
Fernando Alonso foi o sétimo colocado do GP da Inglaterra
Foto: Alpine / Grande Prêmio

A competitividade dá às caras na Fórmula 1 com a guerra travada entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, mas ela não está presente neste quesito. Nas disputas internas, a Alpine aparece como um prato cheio: o placar é de 5 a 5 para Esteban Ocon e Fernando Alonso. O bicampeão mundial vem melhorando a cada corrida, depois de um início difícil e duas temporadas longe da maior categoria do automobilismo. No entanto, ainda que esteja tendo uma boa recuperação, para Marcin Budkowski, diretor-executivo da Alpine, o foco do espanhol já está em 2022.

"O principal motivo de seu retorno é o ano que vem", disse Budkowski . "Isso não significa que ele não se esforce o máximo possível neste ano, mas ele tenta nesta temporada voltar ao seu nível máximo, além de trabalhar com a equipe para também impulsioná-la e motivá-la para o próximo ano", seguiu.

Fernando Alonso saiu muito contente do GP da Inglaterra, onde foi sétimo colocado
Fernando Alonso saiu muito contente do GP da Inglaterra, onde foi sétimo colocado
Foto: Alpine / Grande Prêmio

O diretor admitiu ainda que Alonso estava "consciente" de seus problemas iniciais de ritmo nesta temporada, mas elogiou o piloto de 39 anos por como ele domou seu A521 e se saiu nas últimas semanas.

"Demorou algumas corridas, mas ele estava consciente disso e trabalhou muito com a equipe para reconstruir aquela confiança e desempenho. Agora acho que ele está apenas lá, tirando o máximo do carro", declarou Budkowski.

"Foi muito impressionante vê-lo guiar na Áustria. Na segunda corrida, ele foi muito rápido e, sem o infeliz incidente com Seb na classificação, pensamos que ele teria facilmente marcado uma terceira fila no grid, que diz muito sobre como ele voltou ao normal", concluiu.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade