PUBLICIDADE

Alonso vê F1 atual menos exigente e insiste: "É uma vantagem ser o mais velho do grid"

Fernando Alonso acredita que ser o piloto mais velho do grid da Fórmula 1 pode ser uma grande vantagem. Por conhecer vários circuitos e ter experiências de fora, o espanhol vê pontos positivos em ser o quarentão da categoria

17 jan 2022 04h17
ver comentários
Publicidade
Fernando Alonso vê sua idade como uma vantagem na F1
Fernando Alonso vê sua idade como uma vantagem na F1
Foto: Alpine / Grande Prêmio

CAIU MICHAEL MASI. E AGORA, HAMILTON CORRE NA F1 2022?

Único quarentão do grid, Fernando Alonso retornou à Fórmula 1 em 2021, após passar dois anos se aventurando em outras categorias do esporte a motor. Após a aposentadoria de Kimi Räikkönen, que tem 42 anos, o asturiano é oficialmente agora o piloto mais velho da categoria. E, para ele, há uma grande vantagem nisto: poder usar sua experiência de mais de duas décadas na F1.

"Em relação à idade, me sinto bem, honestamente, sinto uma vantagem", disse ele, quando questionado pelo site britânico Autosport sobre ser o piloto mais velho do grid. "Quando chego a um circuito, eu o conheço. Agora todo mundo está testando este pneu de 18″, e eu conheço muito bem esses pneus por conta da minha experiência no WEC", acrescentou.

Em seus dois anos fora da F1, Fernando foi campeão do Mundial de Endurance e venceu as 24 Horas de Le Mans com a Toyota em 2018 e 2019, além de ter triunfado também nas 24 Horas de Daytona, em 2019. Portanto, o espanhol tem experiência de sobra nas corridas de longa duração.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Fernando Alonso retornou à F1 em 2021 (Foto: Alpine)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram

FIA anuncia passo a passo da investigação sobre GP de Abu Dhabi e já cita 'novo Masi

"Existe exatamente o mesmo comportamento de pneus, que é muito diferente [do que a Fórmula 1 teve até aqui]. Então, enquanto outras pessoas estão vivendo isso pela primeira vez, para mim já é a segunda ou terceira vez. Então isso é bom", continuou.

Contudo, embora veja pontos positivos, há aqueles que precisam ser destacados negativamente também. Em 2022, a Fórmula 1 terá 23 corridas, numa temporada que se inicia em 20 de março e termina em 20 de novembro. E, em relação à idade, para Alonso, essa é sua maior ressalva: o calendário extremamente apertado e exigente.

"O único problema de ser mais velho é que você tem que ter motivação para entrar numa temporada em que estará 300 dias por ano. Tem que ter essa vontade, tem que ter esse estilo de vida para se dedicar a esse esporte", argumentou.

"Além disso, todas as outras coisas são vantagens. Então, justamente porque estou em um momento da vida que quero dedicar meu momento à F1, é fantástico. Acho que só vejo vantagens. E, fisicamente, acho que os carros de hoje não são muito exigentes. Acho que em 2004 ou 2005, talvez a idade teria sido uma limitação", concluiu.

O QUE F1 RESERVA COM REVOLUÇÃO NAS REGRAS DE 2022?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade