4 eventos ao vivo

Alonso surpreende, vence GP da Malásia e assume liderança da F1

25 mar 2012
07h52
atualizado às 14h47

A Ferrari chegou desacreditada à Malásia, mas saiu fortalecida com uma corrida perfeita do bicampeão da Fórmula 1 Fernando Alonso. O espanhol aproveitou uma prova tumultuada no circuito de Sepang, neste domingo, e conquistou a sua primeira vitória na temporada. Mais do que isso, assumiu a liderança com 35 pontos, cinco a mais do que inglês Lewis Hamilton, terceiro na corrida de hoje.

Contando com ajuda da estratégia da Ferrari, Alonso soube lidar com os imprevistos provocados pela bandeira vermelha - um temporal nas primeiras voltas forçou a paralisação de 45 minutos - e assumiu a liderança depois de uma sessão de paradas nos boxes no reinício da corrida. O mexicano Sergio Perez surpreendeu com a Sauber e chegou a lutar pela vitória, mas escapou da pista a cinco voltas do final e acabou em segundo.

Felipe Massa mais uma vez teve uma corrida para esquecer. Com uma parada a mais do que os outros pilotos (quatro), terminou em 15º e verá a pressão por resultados aumentar. Todos os 35 pontos da Ferrari no ano foram conquistados por Alonso

Bruno Senna fez excelente corrida depois de um início complicado e conseguiu o sexto lugar. O brasileiro perdeu o bico na volta inicial, caiu para último, mas fez seus primeiros oito pontos na temporada ao completar uma elogiável prova de recuperação.

Largada e pouca velocidade

Pole, Hamilton manteve a ponta com uma largada segura, assim como Button na segunda colocação. Michael Schumacher largou mal, perdeu posições e, para piorar, rodou ainda na primeira volta, caindo para o pelotão de trás da corrida. A dupla da Red Bull assumiu o terceiro e quarto lugar com Webber e Vettel, e Fernando Alonso pulou de oitavo para quinto.

Bruno Senna largou bem, ultrapassou Massa na 12ª posição, mas perdeu o bico ainda na primeira volta. Assim, entrou nos boxes caiu para a última colocação. Massa andou em décimo nas três primeiras voltas, duas acima de sua classificação no grid de largada, mas logo na quarta também optou pela entrada de boxes. Como muitos dos pilotos também fizeram pit stop para a troca por pneus de chuva, o brasileiro pulou para a oitava colocação posteriormente.

As primeiras quatro voltas foram disputadas sob intensa chuva, e a pista piorava a cada minuto. Antes de os pilotos completarem a quinta, a organização optou pela entrada do safety-car. Porém, a chuva aumentou, a pista pirou e a bandeira vermelha fez com que os pilotos voltassem para os boxes. Quarenta e cinco minutos depois, com o safety-car na pista, a prova foi reiniciada.

Troca de pneus e erro de Button

Depois de quatro voltas com a presença do safety-car, a relargada foi marcada por grande atividade nos boxes. Muitos pilotos trocaram os pneus e as posições iniciais sofreram alterações. Hamilton, então líder, teve de esperar a passagem de Massa e perdeu segundos preciosos. Alonso e Pérez se deram bem, mas não melhor que Button. O inglês, o primeiro a fazer a troca, parecia com o caminho livre para a vitória.

Mas um toque com o indiano Narain Karthikeyan arruinou sua corrida. Button se precipitou na hora de ultrapassar o retardatário e teve de voltar aos boxes para trocar o bico de sua McLaren. O campeão de 2009 e vencedor da primeira corrida da temporada, na Austrália, estava fora da briga na Malásia.

Alonso x Perez

A parte final da corrida foi uma disputa entre o espanhol Fernando Alonso e o mexicano Sérgio Perez. O ferrarista assumiu a primeira colocação e tinha uma vantagem relativamente tranquila em relação ao piloto da Sauber. Porém, após nova rodada de parada nos boxes, Perez se aproximou a sete voltas finais e ameaçou uma batalha final.

O mexicano então sentiu a pressão. Errou na entrada de uma curva e escapou da pista, deixando o caminho livre para Alonso vencer a sua primeira corrida no ano. Sem conseguir se livrar de uma polêmica. Um engenheiro da Sauber mandou um recado no rádio pedindo cautela a Perez. "Checo (apelido do piloto), tenha cuidado. Precisamos desta posição, precisamos desta posição". A mensagem virou motivo de desconfiança para um pedido velado de que o mexicano não atacasse Alonso. Perez é cotado para assumir a Ferarri em 2012 e a escuderia italiana tem relações com a Sauber.

Confira o resultado do GP da Malásia:

1 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 2h44min51s812
2 - Sergio Perez (MEX/Sauber) - a 2s263
3 - Lewis Hamilton (ING/McLaren) - a 14s591
4 - Mark Webber (AUS/Red Bull) - a 17s688
5 - Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) - a 29s456
6 - Bruno Senna (BRA/Williams) - a 37s667
7 - Paul Di Resta (ESC/Force India) - a 44s412
8 - Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso) - a 46s985
9 - Nico Hulkenberg (ALE/Force India) - a 47s892
10 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 49s996
11 - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - a 1min15s527
12 - Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) - a 1min16s800
13 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 1min18s500
14 - Jenson Button (ING/McLaren) - a 1min19s700
15 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 1min39s300
16 - Vitaly Petrov (RUS/Caterham) - a 1 volta
17 - Timo Glock (ALE/Marussia) - a 1 volta
18 - Heikki Kovalainen (FIN/Caterham) - a 1 volta
19 - Pastor Maldonado (VEN/Williams) - a 2 voltas
20 - Charles Pic (FRA/Marussia) - a 2 voltas
21 - Narain Karthikeyan (IND/Hispania) - a 2 voltas
22 - Pedro de la Rosa (ESP/Hispania) - a 2 voltas

Não completaram:
Kamui Kobayashi (JAP/Sauber)
Romain Grosjean (FRA/Lotus)

Alonso vence na Malásia, apesar da desconfiança na Ferrari
Alonso vence na Malásia, apesar da desconfiança na Ferrari
Foto: Getty Images
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade