PUBLICIDADE

Alonso parabeniza Ocon por primeira vitória na F1: "Um dia que ele nunca vai esquecer"

Fernando Alonso teve grande atuação no GP da Hungria, foi eleito o piloto do dia, mas acabou apenas na quinta posição. Por outro lado, viu o companheiro Esteban Ocon vencer e comemorou muito com o francês

1 ago 2021 13h50
ver comentários
Publicidade
Fernando Alonso abraçou Esteban Ocon e fez festa após o GP da Hungria
Fernando Alonso abraçou Esteban Ocon e fez festa após o GP da Hungria
Foto: Reprodução/F1 / Grande Prêmio

Fernando Alonso finalmente teve uma atuação segura de ponta a ponta, no GP da Hungria. Depois de escapar do acidente na largada, o piloto da Alpine andou bem entre os primeiros colocados e teve intensa disputa com Lewis Hamilton para terminar na quinta colocação.

Após a corrida, porém, o espanhol celebrou a primeira vitória da carreira de Esteban Ocon e admitiu que não sabia que ajudava o companheiro de equipe durante a disputa com Hamilton. No momento, o inglês tinha pneus mais novos e buscava chegar nos líderes.

"Não sabia que aquilo era suficiente para assegurar a vitória do Esteban. Com 10 voltas para o fim, tentamos segurar a quarta posição, mas não foi possível. Lewis tinha um ótimo ritmo nas últimas voltas", disse Alonso à Sky Sports.

Alonso terminou o GP da Hungria em quinto
Alonso terminou o GP da Hungria em quinto
Foto: Alpine / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Um dia, espero ter sorte suficiente para chegar no pódio. Estou feliz por pontuar em quinto ou sexto, mas estou muito, muito feliz pelo Esteban. É um dia que ele nunca vai esquecer. Não só ele, mas todo mundo em Enstone que está trabalhando sem parar. Os bons resultados são complicados, estamos em um momento difícil e competitivo da Fórmula 1", seguiu.

Alonso ainda comentou sobre a grande confusão na largada, originada por Valtteri Bottas e que gerou o abandono de cinco pilotos.

"Estava por fora. Tudo foi uma grande bagunça no momento. Quando eu retornei para a pista, outros três carros colidiram. Provavelmente foi um momento de sorte que ditou o resto da prova", finalizou.

A Fórmula 1 faz uma pausa de quatro semanas, vai para as férias de verão no Hemisfério Norte e volta a acelerar no fim de agosto com o GP da Bélgica, a 12ª etapa desta efervescente temporada 2021.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade