PUBLICIDADE

Vice, Newgarden lamenta derrota em Long Beach e planeja volta por cima em 2022

Josef Newgarden falou sobre o ano lotado de azares e que renderam o vice-campeonato pela segunda temporada consecutiva na Indy. Americano fechou ano com segundo lugar em Long Beach

26 set 2021 20h23
ver comentários
Publicidade
Josef Newgarden foi segundo em Long Beach
Josef Newgarden foi segundo em Long Beach
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Segundo colocado em Long Beach, Josef Newgarden ficou com o vice-campeonato da Indy pelo segundo ano consecutivo. O piloto da Penske fez a pole-position para a corrida deste domingo (26), mas foi surpreendido pela estratégia de Colton Herta, que saiu com a vitória nas ruas californianas.

Fechando o campeonato 38 pontos atrás de Álex Palou, Newgarden relatou o acerto de estratégia da Andretti que colocou Herta em posição de vitória em Long Beach. Josef termina o campeonato com dois triunfos, conquistados em Mid-Ohio e Gateway. Ao total, foram seis pódios para o bicampeão.

"Provavelmente se não tivesse a amarela, não funcionou para nós. Colton fez um grande trabalho, parabéns a ele e a equipe. Ele levou vantagem por ter o pneu certo na hora certa da corrida, precisávamos salvar combustível ele e 'ganhou' naquela relargada com pneus macios. Ele teve uma grande estratégia. Se não fossem as amarelas, teríamos condições de cruzar à frente, mas é o jeito que acontece, tem dias que não vai do nosso jeito. Grande trabalho do time, foram os melhores no pit-stop o ano inteiro. Acho que lutamos duro e faltou pouco nesse ano", declarou Newgarden em entrevista à NBC.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Josef Newgarden terminou com o vice da Indy em 2021
Josef Newgarden terminou com o vice da Indy em 2021
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Josef também fez um balanço da temporada. O piloto da Penske teve duas vitórias que escaparam de suas mãos em Detroit e Elkhart Lake, e crê que tem uma equipe boa o suficiente para voltar a brigar pelo título na próxima temporada. O piloto levantou os títulos em 2017 e 2019.

"Algumas coisas tiveram resultados diferentes para nós. Estivemos na briga, tivemos a chance de vencer, mas faltou. É decepcionante, você coloca tudo em uma temporada para vencer. Vamos ter que começar de novo, mas temos um time para fazer isso, e podemos nos recuperar rápido. Acho que temos uma chance no ano que vem", concluiu.

PALOU É PREMIADO POR QUEBRAR EUROCENTRISMO NO ESPORTE A MOTOR | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade