1 evento ao vivo

Sem contrato para 2021 na F1, Grosjean só descarta Indy: "Ovais me assustam"

Romain Grosjean citou Fórmula E e Mundial de Endurance como possibilidades de futuro na carreira. Sem contrato com a Haas a partir do ano que vem, ele só não pensa em ir para a Indy

24 set 2020
10h55
atualizado às 10h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Fraco desempenho da Haas em Mugello colocou Grosjean na última posição do TL2
Fraco desempenho da Haas em Mugello colocou Grosjean na última posição do TL2
Foto: Haas / Grande Prêmio

Romain Grosjean já pensa em seu futuro, afinal não tem contrato com a Haas para 2021, e lista as possibilidades de prosseguimento na carreira - com só um descarte: a Indy.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Para Grosjean, o problema da categoria americana é um estilo específico de pista: "Obviamente a Indy é um belo campeonato, mas ovais não me deixam tentado. Eles até me assustam, então eu realmente não quero correr em ovais", disse o francês ao 'Motorsport'.

Qual o futuro de Romain Grosjean? (Foto: Haas)

Mas para onde ele poderia ir se, de fato, a Fórmula 1 deixar de ser uma possibilidade ao final da atual temporada? Grosjean disse que vai decidir "sem pressa".

"Obviamente não existe muitas vagas abertas na F1, enquanto existem muitos candidatos, então eu entendo o ponto de vista da Haas. Faz sentido eles não estarem com pressa, então eu também não estou. Existem opções em outros lugares que podem ser interessante. Claro que a F1 é a F1. É algo único, é atrativo. Mas estamos no começo da temporada ainda, muitas corridas por vir", disse.

"Mas acho que, no futuro, pilotar um hipercarro nas 24 Horas de Le Mans e no Mundial de Endurance seria legal. A Fórmula E é, definitivamente, uma opção. Há pilotos bons por lá, tal como equipes. E, obviamente, posso ficar na F1, só fazer as contas e ver onde estão as vagas abertas", completou Grosjean.

Romain Grosjean acelera sua Haas (Foto: Haas)

A situação da Haas

Sem pilotos sob contrato para o ano que vem, a Haas busca uma dupla "que possa seguir para 2022", de acordo com o chefe Günther Steiner. "Não há nenhuma decisão fácil no momento, porque há muitas opções. Você precisa tomar a melhor decisão para a equipe a médio ou longo prazo, não só para o futuro imediato", disse o dirigente.

Coube a Kevin Magnussen, atual dupla de Grosjean, citar os nomes que são cogitados: Sergio Pérez, Nico Hülkenberg, Callum Ilott, Mick Schumacher e Robert Schwartzman, além dos atuais.

Veja também:

Relembre goleadas marcantes na história do futebol
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade