PUBLICIDADE

Sem chances de título, Dixon reflete sobre temporada: "Não dá para vencer sempre"

Sem chances de título em Long Beach, Scott Dixon refletiu sobre a temporada abaixo da média, ganhando apenas uma corrida e virando o "segundo piloto" da Ganassi, ofuscado por Álex Palou

25 set 2021 15h38
ver comentários
Publicidade
Scott Dixon não briga pelo título em 2021
Scott Dixon não briga pelo título em 2021
Foto: Indycar / Grande Prêmio

INDY 2021: A DECISÃO. QUEM VAI LEVAR A MELHOR? | TT GP #31

A Indy decide o título da temporada 2021 neste domingo (26) em Long Beach, e sem uma importante presença na briga. O hexacampeão Scott Dixon é o quarto colocado na tabela e não tem chances de terminar o certame em primeiro. O neozelandês ainda termina atrás do companheiro de equipe Álex Palou, líder do campeonato e piloto com mais chances de conquistar a Astor Cup.

Com apenas uma vitória no ano, conquistada no GP do Texas 1, Dixon, que é o atual campeão, falou sobre o sentimento de não estar na briga pelo título. O neozelandês olhou no lado positivo para a Ganassi, que também tem Marcus Ericsson vencendo as primeiras corridas na categoria e Jimmie Johnson dando seus primeiros passos.

"Tem sido um ano 'blah', o que você sempre pode ter. Não dá para vencer sempre. Do lado positivo, o importante é ver o sucesso do time em diferentes frentes, seja com Álex, Marcus ou Jimmie e sua evolução. Eu acho tudo isso foi importante para a moral do time como um todo, ficou mais forte", comentou Dixon ao site da revista Racer.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Scott Dixon teve temporada abaixo da média (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Longe da disputa do título e apagado nas corridas mais recentes, Scott revelou que sofre com um problema para encontrar aderência nos pneus. E sem a solução, não consegue o mesmo nível de performance.

"Do nosso lado, acho que definitivamente teve uma combinação de falta de aderência nos pneus que estamos sofrendo dificuldades, e que para outros caras não é um problema tão grande. Se eu soubesse exatamente o que era o problema a ser consertado, não teríamos. Definitivamente temos uma longa offseason para olhar e resolver algumas coisas", completou.

PALOU É PREMIADO POR QUEBRAR EUROCENTRISMO NO ESPORTE A MOTOR | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade