PUBLICIDADE

Rahal quer "conversa de homem para homem" com Harvey após bloqueio no Texas

Graham Rahal criticou Jack Harvey por um movimento de bloqueio durante a primeira corrida da Indy no Texas. Piloto do carro #15 também atacou a direção de prova pela ausência de punição

2 mai 2021 17h05
ver comentários
Publicidade
Graham Rahal reclamou de Jack Harvey
Graham Rahal reclamou de Jack Harvey
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Graham Rahal não ficou nada feliz com um movimento defensivo de Jack Harvey durante o GP do Texas 1, disputado no último sábado (1). Os pilotos batalhavam por posição, e quando Rahal buscou a ultrapassagem na reta, foi bloqueado pelo inglês da Meyer Shank. A manobra foi analisada pela direção de prova, que optou por não tomar nenhuma atitude.

Rahal, que mesmo com o bloqueio ainda passou por Harvey e fechou a corrida na quinta posição, criticou Jack e afirmou que pretende ter uma conversa sobre o movimento com o piloto inglês.

"Eu tenho muito respeito pelo Jack, mas preciso ter uma conversa de homem para homem com ele sobre isso. Ele poderia ter visto que eu estava muito na cola e ia ultrapassar", declarou Graham, que venceu no Texas em 2016."Você não pode arriscar alguém desse jeito, e isso prejudicou mais ele. Mata o seu momento. A melhor coisa a fazer é tirar um pouco o pé e seguir na linha", completou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Graham Rahal não gostou do movimento de Jack Harvey
Graham Rahal não gostou do movimento de Jack Harvey
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Rahal, que ocupa a nona posição no campeonato, também cobrou a direção de prova por conta da ausência de punição para Harvey. De acordo com o piloto, a categoria se contraria ao não penalizar.

"Mas entendo que ele fez o mesmo com [Alex] Rossi ou alguém na reta principal. Precisamos falar disso. Tenho muito respeito por ele, mas precisamos conversar, e acho que a direção de prova também. Como isso não rendeu punição? Vamos encarar: é o que eles nos ensinam. Não pode se mover em reação, especialmente a 362 km/h", concluiu.

A Indy retorna neste domingo (2) com o GP do Texas 2, com largada marcada para a partir das 18h (de Brasília). Scott Dixon entra na prova como líder do campeonato.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade