PUBLICIDADE

Prestes a estrear na Indy, Grosjean despista sobre futuro da carreira: "Não sei responder"

Romain Grosjean estreia na Indy neste fim de semana, em Barber, e não escondeu a animação com a categoria. Mesmo assim, pontuou que só vai definir o futuro da carreira, dentro ou fora dos Estados Unidos, após avaliar a temporada 2021

15 abr 2021
0comentários
Publicidade
Romain Grosjean estreia oficialmente na Indy neste fim de semana
Romain Grosjean estreia oficialmente na Indy neste fim de semana
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

Neste fim de semana, a Indy chega a Barber, no Alabama, para a primeira etapa do campeonato em 2021. A prova marca também a estreia de Romain Grosjean na categoria após anos na Fórmula 1. Além da qualidade do grid na categoria americana, o piloto da Dale Coyne ressaltou o equilíbrio da Indy. E comentou sobre o que espera dessa primeira temporada fora da Europa na carreira.

"Eu acho uma ótima categoria com grandes pilotos, bom nível e boas corridas. Você tem a chances de usar as mesmas ferramentas que seus concorrentes", afirmou Grosjean ao site RaceFans.

"A última chance que realmente tive a chance de usar as mesmas peças que os outros foi em 2011, na GP2. Eu estive perto de vencer algumas vezes na Fórmula 1, mas também foi a era do Vettel, que dominou tudo. Estive próximo, mas não em todas as corridas", completou.

Grosjean vai disputar 13 das 17 etapas da Indy em 2021, se ausentando apenas nos ovais
Grosjean vai disputar 13 das 17 etapas da Indy em 2021, se ausentando apenas nos ovais
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com 10 pódios na carreira na F1, Grosjean espera passar mais tempo com a família entre as corridas. Aos 35 anos, o veterano franco-suíço vai disputar 13 das 17 corridas da Indy neste ano, em circuitos mistos e de rua, mas evita pensar sobre as próximas temporadas.

"Não sei o que responder [sobre o futuro]. Posso apenas te dizer sobre o que suspeito. Se eu curtir a passagem pelos Estados Unidos, fizer um bom trabalho, sentir que é isso que desejo e fazer meu trabalho adequadamente, então definitivamente vou ficar", pontuou.

"No momento, é um desafio. Uma categoria nova, muitas viagens para mim. Minha família segue na Europa. Algumas vezes, vou ficar quase um mês sem vê-los, que é algo bem difícil quando você é pai. Mas estou disposto a tentar. Como digo, se tudo correr bem e me curtir, tenho oportunidades futuras aqui. Tenho 35 anos, ainda com mais tempo para correr. Ainda vejo alguns anos [de carreira] pela frente", finalizou o novato da Indy.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade