PUBLICIDADE

McLaughlin elogia disputa "divertida" com O'Ward pela pole em Mid-Ohio

O neozelandês Scott McLaughlin brigou até os instantes finais da classificação com Pato O'Ward pela pole-position, e espera acabar com sequência ruim de resultados largando na primeira fila

2 jul 2022 - 19h03
Ver comentários
Publicidade
Scott McLaughlin vai largar na segunda posição para o GP de Mid-Ohio
Scott McLaughlin vai largar na segunda posição para o GP de Mid-Ohio
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

CONTRATO SEM CATEGORIA MOSTRA QUE ROSENQVIST É PLANO B DA MCLAREN NA INDY

Scott McLaughlin esteve perto de conquistar sua segunda pole-position na temporada de 2022 da Indy neste sábado (2), mas Pato O'Ward mostrou a força da McLaren e vai largar na frente no GP de Mid-Ohio. Apesar de ter sido superado nos instantes finais, o piloto da Penske comemorou o resultado e afirmou que se divertiu na disputa do Fast Six.

"Sentíamos que tínhamos um ritmo razoável e queríamos construir a partir disso pouco a pouco, e finalmente acertar na classificação e passar para o Fast Six foi bom. Depois, disputar a pole e ficar o tão perto quanto ficamos de Pato foi divertido. Estou realmente animado para amanhã. É tudo sobre se classificar bem aqui, então espero começar bem e seguir na frente", celebrou o neozelandês.

Scott também revelou que errou em dois momentos em sua volta final com os pneus vermelhos em Mid-Ohio. A curva 12, que na classificação vira a primeira curva por conta da linha modificada, e a curva 2, que acabou custando um tempo precioso na disputa acirrada pela pole-position com O'Ward.

"Eu não acertei a curva 12, que é a primeira curva, e então, na curva 2, fui bem fundo. É, a curva 2 provavelmente me custou um pouco de tempo. Mas acho que a volta do Pato foi ótima. Eu acho que foi muito forte, para ser honesto. Quando cruzei a linha, pensei: 'Devo estar bem perto, se não for pole', porque fizemos uma corrida no início da classificação em um set usado e marcamos 1min07s5″, contou McLaughlin.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Scott McLaughlin ficou contente em brigar pela pole em Mid-Ohio (Foto: IndyCar)

"Fazer 1min06s8 foi bom, e depois o Pato fez 1min06s7, então mostra o quanto a pista evoluiu. De qualquer forma, eu deliberadamente disse a equipe: 'Não me digam o tempo que estou perseguindo, apenas me deixe dirigir'. Isso funcionou bem", revelou o neozelandês.

Depois de vencer a primeira etapa da temporada em St. Pete e perder a vitória na última curva no Texas para seu companheiro de equipe, Josef Newgarden, os resultados de McLaughlin desandaram. O piloto da Penske não conseguiu terminar entre os cinco primeiros desde então, mas vê o momento atual melhor do que o sofrimento em 2021 com seu ritmo de classificação.

"Passei por tanta adversidade no ano passado que isso não foi nada, foi muito mais tranquilo do que estava acontecendo. Infelizmente, as últimas corridas não foram boas para nós. Estávamos competindo para potencialmente estar no top 5. Não é como se não tivéssemos um bom desempenho. No ano passado, nos perdemos um pouco porque não tínhamos ritmo. Foi difícil de engolir. Mas certamente o ano passado me moldou para ser: 'Confie no processo, confie que o que está fazendo é certo'", concluiu Scott.

A largada para o GP de Mid-Ohio está marcada para às 13h50 no horário de Brasília neste domingo, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

CINCO PONTOS PARA PRESTAR ATENÇÃO NA SEGUNDA METADE DA INDY 2022

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade