PUBLICIDADE

McLaren admite erro que custou vitória de O'Ward em Barber e defende Rosenqvist

Taylor Kiel admitiu que estratégia tirou chances de vitória de Patricio O'Ward no GP do Alabama. Presidente da equipe também saiu em defesa de Felix Rosenqvist após desempenhos ruins

29 abr 2021 10h53
ver comentários
Publicidade
Pato O'Ward largou na pole em Barber
Pato O'Ward largou na pole em Barber
Foto: Indycar / Grande Prêmio

A McLaren começou a temporada 2021 da Indy em modo de altos e baixos. Enquanto Patricio O'Ward foi pole-position e candidato a vencer o GP do Alabama, o desempenho do time não foi dos melhores nas ruas de St. Pete, na Flórida, com Pato e Felix Rosenqvist fora do top-10, em contraste forte com a performance de Barber.

Taylor Kiel, presidente da equipe, destacou os desempenhos recentes de Pato e assumindo que a estratégia prejudicou as chances de vitória do mexicano, que terminou apenas no quarto lugar e viu Álex Palou no Victory Lane. Para Kiel, o plano é de seguir avançando com a McLaren para que O'Ward receba a chance de vencer pela primeira vez.

"Eu acho que o que vimos no ano passado foi um piloto talentoso aproveitando todas as oportunidades na sua frente. Eu acho que não queremos impedir isso, e certamente vamos seguir refinando o produto. O que estamos vendo neste ano é um grid forte e competição dura na parte de cima e no meio do pelotão. No fim, se tivéssemos uma decisão diferente de estratégia em Barber, estaríamos falando de um vencedor e alguém que faz o que deveria fazer. Ele teve um ótimo carro em Barber e estávamos no lado errado da estratégia", comentou em entrevista ao site Racer.com.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Patricio O’Ward bateu na trave na hora de vencer
Patricio O’Ward bateu na trave na hora de vencer
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Taylor também comentou sobre as recentes performances do sueco Felix Rosenqvist. Contratado após duas temporada pela Ganassi, o piloto não se destacou nas duas provas realizadas, envolvido em acidente no Alabama e fechando apenas em 12º em São Petersburgo. Para o mandatário, o projeto é de longo prazo e não existem motivos para desistir do sueco.

"Estamos tentando acertar, porque é um projeto de longo prazo. Não é passar por essa temporada com Felix e seguir. Temos nossos olhos bem longe e totalmente focados no prêmio que é vencer campeonatos. Precisamos ter certeza que a solução que nós vamos encontrar para ele é duradoura, é algo que ele está integrado e bem confortável. Não acontece do dia para noite, e vamos chegar lá", concluiu.

A Indy retorna neste fim de semana para realizar rodada dupla no Texas nos dias 1 e 2 de maio. As provas terão cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade