PUBLICIDADE

Hülkenberg recusa Indy após realizar teste e segue com futuro da carreira indefinido

Nico Hülkenberg testou o carro da McLaren na Indy no fim de outubro e saiu empolgado com a oportunidade. Dias depois, porém, alegou questões pessoais para desistir do projeto

4 nov 2021 08h29
| atualizado às 08h32
ver comentários
Publicidade
Nico Hülkenberg testou pela McLaren na Indy
Nico Hülkenberg testou pela McLaren na Indy
Foto: Indycar / Grande Prêmio

HÜLKENBERG TESTA, E DISNEY SE APROXIMA DE ACORDO COM INDY NO BRASIL | Paddock Plus

Depois de ter participado de um teste com a McLaren, em Barber, Nico Hülkenberg segue com o futuro da carreira indefinido. Em uma mensagem publicada nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (4), o alemão afirmou que não vai seguir no projeto e que "por razões pessoais" não vai correr na Indy na próxima temporada.

Nico Hülkenberg deu 108 voltas pela McLaren em seu primeiro teste na Indy, realizado no circuito de Barber, no Alabama, no dia 25 de outubro. O alemão de 34 anos tem experiência de 179 largadas pela Fórmula 1, mas não é titular da categoria desde 2019, quando deixou a Renault. Sua última corrida foi o GP de Eifel, em 2020, como substituto, pela Racing Point.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nico Hülkenberg testou pela McLaren na Indy (Foto: Indycar)

"Fiquei empolgado com o teste feito na Indy na semana passada e sou grato à McLaren por essa oportunidade. Porém, por razões pessoais, decidi não seguir adiante. Vou mantê-los atualizados sobre meus planos futuros", escreveu Hülkenberg nas redes sociais.

Após o dia de testes em Barber com o carro #7, guiado na Indy pelo sueco Felix Rosenqvist, Hülkenberg elogiou o desafio físico dos bólidos da categoria, e viu melhora em seu desempenho ao longo do dia. O veterano alemão já tinha indicado também que não faria as etapas em ovais, que representam cinco das 17 provas para o ano que vem.

A McLaren segue com o plano de aumentar para três pilotos de maneira integral para a temporada 2023, ao lado de Patricio O'Ward e Felix Rosenqvist. Assim como neste ano, o time vai andar na Indy 500 com Juan Pablo Montoya no terceiro carro.

QUEM É RANDY LANIER, O PILOTO TRAFICANTE RETRATADO EM SÉRIE DA NETFLIX?

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade