PUBLICIDADE

GUIA 2021: Grid cheio, Penske e Ganassi em expansão: as Equipes e Pilotos da Indy

O GRANDE PRÊMIO apresenta cara a cara no extenso grid da Indy. Todas as equipes e os pilotos estão contemplados na apresentação do guia

12 abr 2021
0comentários
Publicidade
A fila de carros para tomar a pista em teste no oval de Indianápolis
A fila de carros para tomar a pista em teste no oval de Indianápolis
Foto: Indy / Grande Prêmio

Após longo e tenebroso inverno, enfim é hora de começar a Indy 2021. Fazia tempo, mas a partir do próximo fim de semana, em 18 de abril, os carros voltam a circular competitivamente no circuito de Barber, estado americano do Alabama. Lá começa uma nova história, mas uma na qual a expectativa no topo do pelotão, ao menos de partida, segue parecida. O que não quer dizer que não haja curiosidade ou boas histórias à espreita. São várias.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Como 2020 reforçou, o confronto entre Scott Dixon e Josef Newgarden, Ganassi e Penske, movem e encabeçam a corrida pelo título. Entre títulos para um lado e outro, os dois conquistaram os últimos quatro campeonatos. Já as duas equipes que os abrigam venceram todos os títulos desde que Ryan Hunter-Reay levou a Andretti à última glória, em 2012. Mais do que isso, tirando 2012, Ganassi e Penske ganharam todos os outros títulos desde 2008.

Mas essa terceira equipe grande observa. A Andretti, que veio recuperando força em anos recentes, teve um 2020 bastante ruim. Mudou, então: tirou Colton Herta de um de seus braços, a antiga Harding, e trouxe para a casa principal de vez, a operação convencional. Além disso, conta com a recuperação de Alexander Rossi após muitos golpes de azar no ano que passou.

No que diz respeito aos nomes brasileiros, 2021 oferece certo alívio após todas as incertezas do ano passado: Tony Kanaan e Pietro Fittipaldi farão os ovais, respectivamente por Ganassi e Dale Coyne. Já Helio Castroneves participa de seis etapas do campeonato defendendo a Meyer Shank, incluindo a Indy 500.

Os pilotos que dividirão os carros com Kanaan e Fittipaldi - e não correm nenhum oval - são duas das grandes histórias da temporada. Na Ganassi, Jimmie Johnson, lenda recém-aposentada da Nascar e que faz sua estreia aos 45 anos de idade; na Coyne, Romain Grosjean, começando a vida pós-F1 e, claro, depois do acidente grotesco que quase encerrou sua vida no GP do Bahrein de 2020. Grosjean é mais um fruto do intercâmbio F1/Indy dos últimos anos, provavelmente o mais importante deles. Outro que também estreia de vez é Scott McLaughlin, que vem sendo preparado pela Penske desde o começo do ano passado. O neozelandês de 27 anos pode ser até desconhecido do grande público, mas é um fenômeno na Austrália, onde é tricampeão do tradicional Supercars. É uma temporada divertida.

Confira a apresentação completa dos pilotos e equipes da Indy 2021 aqui

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade