PUBLICIDADE

Dale Coyne encerra parceria com Vasser Sullivan na Indy após quatro temporadas

Após quatro temporadas, Dale Coyne se separa de Vasser Sullivan e se aproxima de acordo com HMD Motorsports para temporada 2022 da Indy

7 dez 2021 10h45
ver comentários
Publicidade
Ed Jones pilotou pela Dale Coyne Vasser Sullivan em 2021
Ed Jones pilotou pela Dale Coyne Vasser Sullivan em 2021
Foto: Indycar / Grande Prêmio

A GRANDE FINAL DA F1, VERSTAPPEN x HAMILTON: QUEM SERÁ CAMPEÃO? | Paddock GP  #271

Uma das parcerias mais longas da Indy terá fim em 2021. Segundo informação da revista americana Racer, a Dale Coyne formará vínculo com a HMD Motorsports para 2022, encerrando o relacionamento com a Vasser Sullivan. Vice-campeão da Indy Lights, o americano David Malukas deve assumir o posto que foi de Ed Jones na última temporada.

O vínculo entre Dale Coyne e Vasser Sullivan foi formado em 2018. Jimmy Vasser, campeão da CART em 1996, e James Sullivan, eram proprietários da antiga KV Racing Technology, que venceu as 500 Milhas de Indianápolis de 2013 com Tony Kanaan. Porém, graves problemas financeiros forçaram a venda dos equipamentos do time para a Juncos, e o retorno ao grid veio como coproprietários do carro #18, escalando o francês tetracampeão Sébastien Bourdais.

Bourdais chegou a vencer logo na estreia da formação do novo time, no GP de São Petersburgo de 2018, mas acabou dispensado da equipe ao fim de 2019, dando lugar para Santino Ferrucci, que ficou apenas uma temporada e foi substituído por Ed Jones, que teve desempenho abaixo da média em 2021, gerando insatisfação entre as partes.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Dale Coyne encerra parceria com Vasser Sullivan (Foto: Indycar)

Segundo a Racer, Vasser e Sullivan buscam outras parcerias para se manter no grid da Indy enquanto trabalham para introduzir a equipe independente nos próximos anos da categoria, aguardando a entrada dos novos motores, em 2023.

Além do carro com a Vasser Sullivan, a Dale Coyne alinhou outros dois bólidos em 2021 em parceria com a Rick Ware Racing. Um foi o #51, dividido entre Romain Grosjean e Pietro Fittipaldi, e o outro foi #52, que apareceu em quatro corridas nas mãos de Cody Ware e Ryan Norman. Grosjean deixou a Dale Coyne para fechar com a Andretti para 2022.

A temporada 2022 da Indy tem início no dia 27 de fevereiro com o GP de São Petersburgo.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade