PUBLICIDADE

CEO da McLaren torce por intercâmbio entre Indy e Fórmula 1 e sugere jovens pilotos no TL1

Para Zak Brown, CEO da McLaren, seria animador ver jovens e promissores pilotos da Indy testando carros na Fórmula 1

5 mai 2021 09h35
ver comentários
Publicidade
Zak Brown aposta em mais mudanças no calendário da F1 neste ano
Zak Brown aposta em mais mudanças no calendário da F1 neste ano
Foto: McLaren / Grande Prêmio

Semanas após prometer a Pato O'Ward, da McLaren SP da Indy, um teste na Fórmula 1 caso o mexicano vencesse uma corrida, o CEO da McLaren reiterou o desejo de ver um piloto da categoria norte-americana testando na F1. Para tornar esse desejo mais palpável, Zak Brown, inclusive, sugeriu uma nova regra: obrigar as equipes a colocar jovens pilotos em alguns treinos livres ao longo do ano.

Ligado a Indy por conta da McLaren SP, o dirigente apontou Pato O'ward, de sua filial norte-americana, e Colton Herta, da Andretti, como dois promissores candidatos a um hipotético teste na principal categoria do automobilismo mundial. O dirigente ainda lembrou de nomes consagrados no automobilismo mundial, que fizeram essa transição no passado, saindo da Indy rumo à F1. 

"Creio que agora que temos um período limitado de testes é muito difícil assumir o risco de trazer um piloto que você pensa ter o calibre para ser um piloto de Fórmula 1, mas que não tem tempo ou conhecimento de pista. Então, se olhar para trás, como fã, eu me animei muito quando Michael Andretti, Jacques Villeneuve e Juan Pablo Montoya vieram à categoria", disse.

"Acho que a Indy é reconhecida como um dos melhores campeonatos no mundo, então quando você vê talentos como Colton Herta, Pato O'Ward, que pilotam para nós na Indy, eu adoraria vê-los com uma chance de competir na Fórmula 1. Mas penso que precisamos dar mais tempo ao volante para eles", seguiu.

A título de cumprimento de promessa, Brown 'deve' a O'Ward um teste na categoria, uma vez que o mexicano venceu o GP do Texas 2, no último domingo (2). Após o feito, o piloto relembrou a aposta, mas reiterou foco na Indy.

Pato O’Ward quebrou um longo jejum de vitórias do México na Indy
Pato O’Ward quebrou um longo jejum de vitórias do México na Indy
Foto: McLaren / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Uma coisa que eu gostaria de ver - sem ter um número exato em mente, não sei se três ou cinco vezes ano ano - seria que fosse obrigatório no primeiro treino livre você colocar um jovem piloto. Se conseguirmos dar tempo de testes para pilotos como o Colton ou o Pato em alguns primeiros treinos livres, acho que você poderá tomar decisões melhores, que criarão novas oportunidades", sugeriu o dirigente.

"Então jovens e promissores pilotos ajudariam. E não apenas no mercado norte-americano, mas a Indy, obviamente, cria pilotos extremamente competentes, e acho que isso gera empolgação, e ajudaria com o mercado estadunidense e de jovens pilotos", concluiu Brown.

No momento, apenas Pietro Fittipaldi, piloto reserva da Haas, na Fórmula 1, e de ovais pela Dale Coyne, na Indy, realiza o intercâmbio defendido por Brown.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade