PUBLICIDADE

Castroneves quer trabalho com Harvey por "mais consistência" na Meyer Shank

Helio Castroneves entende que a irregularidade da Meyer Shank em 2021 tem a ver com o fato do time só ter tido um carro em nove das dez corridas. Assim, aposta no trabalho com Harvey para brigar com as equipes maiores

23 jul 2021 14h08
| atualizado em 29/7/2021 às 04h47
ver comentários
Publicidade
Helio Castroneves espera a Meyer Shank evoluindo na consistência
Helio Castroneves espera a Meyer Shank evoluindo na consistência
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

Helio Castroneves sonha com mais consistência da Meyer Shank na reta final da temporada 2021 da Indy. De contrato renovado com o time e acordo que vale pelo campeonato integral em 2022, o brasileiro ainda foca nas cinco corridas restantes do calendário e espera que dois carros façam o time ter mais regularidade.

Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, Castroneves vê a reta final do campeonato de 2021 como importante para a Meyer Shank. Com vínculo já renovado, é hora de pensar também no resto da equipe, nos patrocinadores e demais cenários que seriam fortalecidos com boas performances em Nashville, no misto de Indianápolis, em Portland, Laguna Seca e Long Beach.

"Todo resultado positivo ajuda a seguir adiante. Às vezes nem um resultado positivo, mas algo que seja promissor, já ajuda a qualquer tipo de situação, qualquer tipo de futuro. Precisamos seguir fortes não apenas por mim, mas pelos mecânicos, patrocinadores, para que todo mundo siga", falou ao GP.

Helio Castroneves fez muita festa com a Meyer Shank após a conquista da Indy 500
Helio Castroneves fez muita festa com a Meyer Shank após a conquista da Indy 500
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

O paulista falou também de como espera trabalhar com Jack Harvey, que não seguirá no time em 2022, mas que fez a temporada completa de 2021 até aqui. Castroneves crê que a Meyer Shank vá crescer com dois carros dividindo informações.

"Ele [Harvey] tem sido um piloto que, em algumas corridas, classifica bem, outras nem tanto. Mas isso só mostra como a categoria é dura, muito competitiva, todas as equipes estão em níveis muito bons. Precisamos trabalhar na consistência, então, acho que um segundo carro vai ser importante nisso. A meta precisa ser unir os dois carros para que a gente possa se desenvolver internamente, aí eu e o Harvey vamos nos ajudar e ajudar a equipe, vamos trabalhar juntos", seguiu.

Mesmo com apenas uma etapa disputada, Helio aparece em 22º na classificação geral da Indy, anotando 103 pontos. O brasileiro está na frente de Dalton Kellett, Felix Rosenqvist, Max Chilton e Jimmie Johnson, que fazem a temporada completa ou quase isso.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade