2 eventos ao vivo

Castroneves fecha com Meyer Shank e disputa Indy 500 e mais cinco corridas em 2021

Helio Castroneves vai voltar ao grid da Indy como titular em 2021, mas apenas em seis corridas, assumindo o segundo carro da Meyer Shank

9 nov 2020
19h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Castroneves participou da Indy 500 pela 20ª vez na carreira
Castroneves participou da Indy 500 pela 20ª vez na carreira
Foto: AFP / Grande Prêmio

Acabou a espera. Após três anos, Helio Castroneves vai voltar a ser titular na Indy em 2021, mas de casa nova, na Meyer Shank. O brasileiro vai assumir o segundo carro da equipe, que segue ampliando sua operação e renovou o vinculo com Jack Harvey.

O GRANDE PRÊMIO apurou que o piloto de 45 anos vai fazer seis corridas pelo segundo carro do time que, agora, passa a ter 40% das ações controladas pelo Liberty Media, em um projeto que agradou bastante o brasileiro. Além das 500 Milhas de Indianápolis, Castroneves vai estar também no GP de Indianápolis, em Long Beach, no Alabama, em Portland e em Laguna Seca, palco da final do campeonato.

Helio Castroneves teve uma chance com a McLaren (Foto: IndyCar)

O GP soube que o anúncio está previsto para acontecer na manhã desta terça-feira (10), a partir das 11h30 (em Brasília). Helio é o atual líder da temporada 2020 do SportsCar ao lado de Ricky Taylor, mas ainda não fechou vínculo na categoria para, quem sabe, seguir em paralelo com a Indy em 2021. A Meyer Shank, por sua vez, espera em breve colocar os dois carros na temporada completa.

Piloto de 30 vitórias pela Indy, Castroneves foi presença no grid de forma integral entre 1998 e 2017, contando o período entre CART, IRL e Indycar. Figura carimbada da Penske, passou a competir apenas no GP de Indianápolis e na Indy 500 a partir de 2018, quando assumiu um posto na equipe no IMSA SportsCar.

Em 2020, Helio fez apenas a Indy 500 pela Penske, na qual terminou em 11º, mas disputou a rodada dupla do GP de Indianápolis 2 com a McLaren, chegando em 20º e 21º. Aquelas foram as primeiras corridas do brasileiro fora da Penske desde 1999, quando fez a temporada pela Hogan.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Veja também:

Os segredos da Red Bull para bater a Mercedes
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade