PUBLICIDADE

Alonso reduz chances de voltar à Indy 500 e culpa aeroscreen: "Está menos divertido"

Fernando Alonso relembrou passagens pela Indy 500 e admitiu que chance de retorno é baixa por conta de incômodo com alterações que o aeroscreen provocou nos carros

19 mai 2022 13h59
ver comentários
Publicidade
Fernando Alonso na Indy 500 de 2020
Fernando Alonso na Indy 500 de 2020
Foto: Indycar / Grande Prêmio

FÓRMULA INDY: HERTA DÁ SHOW NA PISTA MOLHADA E GANHA CONFIANÇA ANTES DA INDY 500

Perto do aniversário de 41 anos, Fernando Alonso vai para a "corrida de casa" na Fórmula 1 com o GP da Espanha, que acontece neste fim de semana no circuito de Barcelona. O piloto asturiano deu longa entrevista à emissora inglesa BBC e relembrou a passagem pelas 500 Milhas de Indianápolis.

Em 2017, Alonso competiu pela Andretti e chegou a liderar parte da corrida, mas uma quebra de motor encerrou o sonho do espanhol, que voltou a tentar pela McLaren em 2019 e 2020. Na primeira ocasião mencionada, sequer se classificou para a corrida, enquanto amargou o 21º lugar na edição seguinte.

Perguntado sobre o sonho de completar a Tríplice Coroa do esporte a motor, já que teve vitórias nas 24 Horas de Le Mans e no GP de Mônaco, Alonso colocou o freio nas expectativas, e mencionou a entrada do aeroscreen, dispositivo implantado para proteção do cockpit, como algo que reduziu seu desejo de correr na categoria.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Fernando Alonso na Indy 500 de 2020 (Foto: Indycar)

"É um objetivo menor agora. As últimas duas tentativas na Indy com o aeroscreen tornaram o carro um pouco diferente, e conversando com alguns colegas, os carros ficaram mais difíceis de pilotar e de seguir um ao outro. Ficou menos divertido. Em 2017, foram várias ultrapassagens e eu amei aquela corrida. Teve menos amor nos últimos anos sem poder ultrapassar", comentou.

Alonso está em sua segunda temporada pela Alpine desde que retornou ao grid da Fórmula 1. Atualmente, o piloto tem 2 pontos somados na temporada 2022, com a vitória no GP do Bahrein.

"E tem o fator de risco. Na Indy 500, acontecem grandes acidentes todo ano. Agora eu estou totalmente focado na Fórmula 1. Quando eu parar, não sei se estarei tentado a tentar de novo. Não é completamente um 'não', mas virou um projeto menor", concluiu.

Alonso corre o GP da Espanha neste domingo (22), no circuito de Barcelona. No mesmo dia, a Indy 500 realiza a classificação da prova que acontece no próximo dia 29.

FÓRMULA 1 2022: A PALAVRA DE ORDEM É ATUALIZAÇÃO: TUDO DO GP DA ESPANHA | WGP

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade