0

Três dias para o início da temporada 2019-2020 da Fórmula E: relembre o primeiro ePrix da categoria

19 nov 2019
14h36
atualizado às 15h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Três dias para o início da sexta temporada da Fórmula E:  hora de conferir detalhes do passado, presente e futuro da categoria elétrica de monopostos.

Foto: FIA FE
Foto: FIA FE
Foto: F1Mania

A Fórmula E está em contagem regressiva para a sua sexta temporada: faltam apenas 3 dias para a rodada dupla de Ad Diriyah, na Arabia Saudita, que marcará o início do calendário 2019-2020 da FE.

A cada temporada, a Fórmula E está consolidando seu lugar entre as principais competições esportivas do planeta, e por isso, vale a pena relembrar como tudo isso começou.

A primeira prova da história da fórmula e

O primeiro ePrix da história da Fórmula E ocorreu no dia 13 de setembro de 2014, em Beijing, na China, aos arredores do Parque Olímpico utilizado nos Jogos de 2008 na capital chinesa.

Durante os treinos, a Renault eDams liderou e conquistou a Julius Baer Pole Position com Nico Prost, filho do tetracampeão mundial de F1, Alain Prost, seguido pelo brasileiro Lucas di Grassi e o alemão Daniel Abt, ambos da Audi Sport.

Na largada, as primeiras posições se mantiveram, com Nico Prost permanecendo na primeira posição, sem ser ameaçado pelos demais pilotos.

Como a bateria do Gen1 não durava uma prova completa, os pilotos eram obrigados a trocar de carro durante a corrida, e quando foi necessário realizar o pit stop, Nico Prost conseguiu voltar na liderança, enquanto o alemão Nick Heidfeld com a Venturi, conseguiu ser mais rápido que a dupla de pilotos da Audi e pulou para a segunda colocação.

A partir daí, Heidfeld se aproximou e passou a pressionar Nico Prost. Na volta final, o piloto alemão da Venturi resolveu atacar, e ao tentar ultrapassar o piloto francês da Renault eDams, acabou atingido pelo carro adversário, acertou a zebra alta e o monoposto simplesmente voou e colidiu no muro de proteção.

Apesar do acidente impressionante, Nick Heidfeld saiu ileso. E com isso, a vitória caiu no colo do brasileiro Lucas di Grassi, que estava em terceiro e recebeu a bandeirada, escrevendo seu nome na história da categoria de carros elétricos, como o vencedor do primeiro ePrix da história da Fórmula E.

"Tive a sorte de estar no lugar certo na hora certa. A equipe fez um ótimo trabalho durante toda a prática e qualificação. Eu cometi alguns erros, mas estou extremamente feliz de ser o primeiro vencedor da história da Fórmula E", comentou Lucas di Grassi ao final da prova em Beijing.

Já o alemão Nick Heidfeld ficou nervoso com a atitude de Nico Prost e ambos chegaram a bater boca. Curiosamente, naquele momento, os dois eram companheiros de equipe no WEC (Mundial de Endurance).

"Não esperava que ele fosse ter um movimento suicida desses no fim da corrida. Minha vitória foi roubada, é muito difícil", declarou Nick Heidfeld logo após o término do ePrix de Beijing.

Horas depois, Prost reconheceu a culpa pelo incidente, e ambos deixaram de lado o ocorrido pelas ruas da capital chinesa.

"Sinto-me muito mal pelo incidente. Entendo que sou o responsável. Simplesmente não o vi e me sinto mal. O mais importante é que meu amigo Nick Heidfeld está ok", afirmou Nico Prost.

Além do vencedor Lucas di Grassi, completaram o primeiro pódio da história da Fórmula E o francês Franck Montagny (Andretti Autosport Formula E Team) e o britânico Sam Bird (Virgin Racing Formula E Team).

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Victor Berto comenta o sábado do GP do Brasil F1 2019:

STOCK CAR 2019 | VELO CITTÀ – 10ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1 e 2):

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade