0

Marko fala em "teoria da conspiração" após acidente entre Ocon e Verstappen

11 nov 2018
22h28
  • separator
  • comentários

Helmut Marko, chefe da Red Bull, indignado com o incidente entre Max Verstappen e Esteban Ocon, fez uma grave acusação contra o piloto da Force India depois dos empurrões com Max Verstappen no final da corrida, dizendo que um “futuro piloto da Mercedes estava envolvido e isso era inacreditável”.

Marko fala em “teoria da conspiração” após acidente entre Ocon e Verstappen
Marko fala em “teoria da conspiração” após acidente entre Ocon e Verstappen
Foto: Mark Thompson/ AFP / F1Mania

Em um excelente Grande Prêmio do Brasil, uma manobra de Verstappen sobre Ocon não teve o desfecho que o holandês queria e ambos acabaram rodando.

O piloto da Red Bull não antecipou a manobra e os dois carros tocaram-se e rodaram, permitindo a Lewis Hamilton pular para primeiro, deixando Verstapen furioso, o que levou a uma grande discussão após a corrida com o holandês partindo para cima de Ocon.

Verstappen parece não estar disposto a perdoar as ações de Ocon, chamando-o de covarde na entrevista coletiva após a corrida, e agora Marko acrescentou combustível à uma possível conspiração, insinuando que o acidente poderia ter sido deliberado para permitir que a Mercedes vencesse o Campeonato de Construtores.

De acordo com a ‘Motorsport Magazine’, ele afirmou: “Um piloto da Mercedes que é prometido um assento para 2020, e ele joga o carro pra cima do líder – é meio inacreditável."

“Alguém poderia ter dito a ele: ‘Olha, esse é o líder, ele tem pneus novos, não ataque ele!’

“Um idiota desse tipo recebe apenas uma penalidade de 10 segundos, eu esperava mais do que isso.”

Ocon está lutando para manter seu lugar na próxima temporada, e faz parte do programa de pilotos da Mercedes, com a possibilidade de perder totalmente a temporada de 2019.

F1Mania

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade