0

Liberty Media recebe fortes críticas dos promotores de corridas da F1

29 jan 2019
10h19
atualizado às 10h42
  • separator
  • 0
  • comentários

A Liberty Media, detentora dos direitos comerciais na Fórmula 1, está "sob ataque" de alguns promotores de corridas do ano passado. A Associação de Promotores de Fórmula 1 (FOPA) realizou uma reunião em Londres na última segunda-feira, na qual levantou suas preocupações com os atuais proprietários do esporte.

Liberty Media recebe fortes críticas dos promotores de corridas da F1
Liberty Media recebe fortes críticas dos promotores de corridas da F1
Foto: AFP/ ANDREJ ISAKOVIC / F1Mania

A FOPA, que se descreve como "representante de 16 grandes prêmios", divulgou uma declaração criticando a Liberty e demonstrando suas principais preocupações com o futuro da F1, que incluem o fim das transmissões ao vivo nos canais aberto, com o Reino Unido recebendo apenas uma corrida ao vivo em 2019, o GP da Inglaterra.

Austrália, Azerbaijão, Espanha, Canadá, China, França, Áustria, Inglaterra, Alemanha, Hungria, Bélgica, Itália, Cingapura, México, EUA e Brasil fazem parte da FOPA. Bahrain, Mônaco, Rússia, Japão e Abu Dhabi não participam da associação.

"Não é do interesse do esporte a longo prazo que os torcedores percam o acesso gratuito ao conteúdo e transmissões", diz o comunicado da FOPA.

A baixa taxa de desenvolvimento da Liberty também gerou insatisfação entre os promotores, que clamam por novas iniciativas dentro do esporte.

"Há uma falta de clareza sobre novas iniciativas na F1 e uma falta de envolvimento com os promotores em sua implementação."

Após o acréscimo do Vietnã ao calendário de 2020 e um "meio acordo" para Miami em 2019, os promotores se declararam contra a introdução de novas corridas.

"Novas corridas não devem ser introduzidas em detrimento de eventos existentes, embora a associação seja encorajada pelos modelos de negócios alternativos oferecidos a eventos futuros", continua o comunicado.

"À media que entramos em uma nova temporada do esporte que promovemos há muitas décadas, os promotores buscam uma abordagem mais colaborativa para o desenvolvimento do campeonato e a oportunidade de oferecer sua experiência e especialização em um espírito de parceria com a Fórmula 1 e FIA", terminou a declaração.

A FOPA é dirigida por Stuart Pringle, que também atua como diretor administrativo do circuito de Silverstone. A pista britânica é um dos circuitos que não tem contrato para além da temporada de 2019, tendo ativado uma cláusula de pausa antes da corrida de 2017.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS | FÉRIAS F1MANIA”:

“Schumacher não respira com ajuda de aparelhos”, diz jornal britânico:

Confira os melhores momentos da Fórmula E em Santiago:

EQUIPES E PILOTOS | FORMULA E 2018/2019 | Campeonato ABB FIA Fórmula E

Assista ao “RESUMÃO” das novidades da F-E para temporada 2018/2019?

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade