0

Kvyat concentrado em se recuperar em Singapura após decepcionante abandono em Monza

17 set 2019
18h56
atualizado às 20h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de sofrer um problema mecânico durante o Grande Prêmio da Itália e ter que abandonar a corrida, o piloto da Toro Rosso, Daniil Kvyat, está determinado a se recuperar no Grande Prêmio de Singapura neste fim de semana.

Kvyat concentrado em se recuperar em Singapura após decepcionante abandono em Monza
Kvyat concentrado em se recuperar em Singapura após decepcionante abandono em Monza
Foto: Andrej ISAKOVIC / AFP / F1Mania

O russo está tendo um bom ano de retorno até agora na Fórmula 1, com seu pódio em Hockenheim sendo o primeiro pódio da Toro Rosso desde 2008.

Em Monza, Kvyat estava fazendo outra grande corrida, em sexto lugar. No entanto, ocorreu um problema para o piloto de 25 anos, com seu motor Honda soltando fumaça de repente durante a 30ª volta.

Kvyat teve que parar o STR14 e a corrida terminou para ele, deixando-o decepcionado, mas também motivado a se recuperar neste fim de semana em Singapura.

“Eu estava tendo uma corrida consistente em Monza até ter que parar o carro”, explicou ele.

“Nosso desempenho no fim de semana passado provou que estávamos fazendo um bom trabalho, mas às vezes ocorrem problemas técnicos. Tivemos que parar o carro, o que foi decepcionante, porque tenho certeza de que estávamos em busca de grandes pontos, mas agora vamos tentar compensar isso em Singapura “.

“Nas corridas recentes, mostramos um bom ritmo e tentaremos fazer o mesmo em Singapura, mesmo que seja uma pista muito diferente de Spa e Monza, por exemplo. Os circuitos de rua foram bons para nós no passado e neste ano. Fomos competitivos em Mônaco, então tentaremos juntar tudo e lutar por pontos."

O fato de ser uma corrida noturna não o preocupa muito, pois ele diz que é “normal” quando você se acostuma.

“Todo mundo fala sobre o fato de corrermos à noite, mas, honestamente, é muito fácil lidar com isso, você tem um programa a seguir, vai para a cama por volta das 4 ou 5 da manhã, o que é incomum, mas a única coisa realmente estranha é que você não tem nenhum jetlag".

“Nos acostumamos a isso ao longo dos anos em que estivemos indo para lá. Está muito quente e úmido e levo isso em consideração nos meus treinos pré-corrida. Por exemplo, na Europa, tenho corrido lá fora, vestindo mais algumas camadas do que o habitual, o que parece um pouco engraçado e você recebe olhares estranhos das pessoas na rua”, concluiu.

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IHEmXnwxu3JDk3pmRviZ7r

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade