0

Esquenta Fórmula E: Di Grassi dá "o troco" em nova disputa entre o brasileiro e Buemi pelo título da terceira temporada

19 nov 2019
15h57
  • separator
  • 0
  • comentários

A contagem regressiva continua e, desta vez, é hora de relembrar "o troco" de Lucas Di Grassi em cima de Sébastien Buemi na terceira temporada da Fórmula E, a temporada 2016-2017.

Foto: FIA Fórmula E
Foto: FIA Fórmula E
Foto: F1Mania

Quem acompanhou as primeiras provas da terceira temporada, ficou com a impressão que seria fácil o bicampeonato do suíço Sébastien Buemi pela Renault eDams.

O domínio da Renault e.Dams na primeira metade da temporada foi avassalador: cinco vitórias em seis provas disputadas, todas com Buemi, o que tornou improvável que outro piloto ou equipe pudesse impedir o domínio do time francês.

Após mais uma vitória do piloto suíço, na oitava prova do campeonato realizada em Berlim, o atual campeão da categoria tinha 32 pontos de diferença em relação ao segundo colocado, o brasileiro Lucas di Grassi, e por conta da vantagem, optou por se ausentar das duas provas seguintes para correr no WEC (Mundial de Endurance), retornando para a rodada final.

E foi assim, que o que parecia impossível, começou a se tornar realidade na terceira temporada da Fórmula E…

Na ausência de Buemi, Di Grassi diminuiu a diferença de 32 para 10 pontos, levando a decisão para a rodada dupla de Montreal, no Canadá, última parada da Fórmula E na terceira temporada.

E logo na primeira prova, tudo mudou: Lucas di Grassi fez a pole position, enquanto Buemi ficou em segundo, mas acabou perdendo dez posições no grid e largou em 12º, o que forçou o suíço a fazer uma prova de recuperação impressionante, terminando a corrida em 4º. Porém, com a vitória, o brasileiro assumiu a liderança do campeonato.

O que já era ruim, piorou quando Buemi foi desclassificado horas depois do término da primeira prova, por conta de um dos carros ter ficado abaixo do peso necessário ao final da corrida. E com isso, a diferença passou a ser de 18 pontos a favor de Di Grassi.

No treino classificatório para a última batalha da temporada, mais uma vez o brasileiro levou vantagem: enquanto Di Grassi garantiu o quinto lugar no grid de largada (justamente a posição que precisava para terminar a prova e confirmar o título), enquanto Buemi ficou apenas em 14º lugar.

Durante a corrida, Di Grassi chegou a perder posições, mas passou boa parte da prova entre os dez primeiros e terminou em sétimo, enquanto Buemi foi apenas o 11º colocado, o que resultou no segundo título brasileiro na Fórmula E.

"Me sinto muito bem. Foram muitos sacrifícios. Corri duas provas com a perna quebrada. Fizemos um ótimo trabalho neste fim de semana. Estou muito feliz pelo título. Eu tinha que me preocupar com tantas coisas durante a corrida: temperatura, controle do carro… Eu tinha que fazer o meu trabalho", declarou o campeão.

Quanto a Buemi, o suíço lamentou o fato de ter visto um título dado por muitos como certo, escapar: "Estou desapontado. Tenho que parabenizar o Lucas. Ele fez um ótimo trabalho este ano. Não acho que foi uma disputa justa, porque perdemos duas corridas, mas isso não serve de desculpa".

A Fórmula E está em contagem regressiva para o início da temporada 2019-2020, a sexta temporada da categoria elétrica de monopostos, que começa nesta sexta-feira com a rodada dupla em Al-Diriyah.

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Victor Berto comenta o sábado do GP do Brasil F1 2019:

STOCK CAR 2019 | VELO CITTÀ – 10ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1 e 2):

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade