0

Agag cauteloso com Fórmula E na Índia devido a leis fiscais agressivas

9 nov 2018
18h37
  • separator
  • comentários

O fundador e CEO da Fórmula E, Alejandro Agag, descartou a possibilidade das corridas de monopostos elétricos na Índia, com as regulamentações tributárias agressivas do país impedindo a realização de uma corrida.

Agag cauteloso com Fórmula E na Índia devido a leis fiscais agressivas
Agag cauteloso com Fórmula E na Índia devido a leis fiscais agressivas
Foto: FIA Fórmula E / F1Mania

Desde o início da Fórmula E em 2014, o campeonato teve uma presença indiana consistente no grid, mas apesar disso, uma corrida no país foi descartada, apesar de três cidades com potencial para receber a competição terem sido identificadas.

As preocupações que forçaram a Fórmula E a descartar uma parte indiana do campeonato, foram semelhantes ao raciocínio da Fórmula 1. Sua retirada das corridas na Índia, com regulamentações fiscais locais e custos crescentes de eventos, significaram que a categoria correu apenas no Circuito Internacional de Buddh, por três temporadas.

“Nossa principal preocupação para a Índia são os impostos”, disse Agag à agência de notícias Press Trust of India.

“Temos feito muitas pesquisas sobre a corrida na Índia. Vimos que a Fórmula 1 enfrentou tantos problemas fiscais na Índia. É muito arriscado disputar lá por causa das autoridades fiscais.”

"Eles (as autoridades fiscais), são muito agressivos no momento. Eles querem taxar tudo. Então você não sabe onde você está. Eu acho que essa é a razão pela qual a Fórmula 1 não continuou na Índia. Gostaríamos de ter segurança tributária completa, e em seguida, olhar para a Índia."

Com o objetivo de correr na Índia antes do lançamento da Fórmula E em 2014, Agag admitiu que as conversas aconteceram.

"Nós exploramos os locais. Gostaríamos muito de correr na Índia e temos três possibilidades, Bangalore, Delhi e Mumbai".

"Temos visto áreas que serão ideais para a corrida de rua. Temos um grande parceiro indiano na Mahindra e temos uma emissora, a Sony Pictures Networks. A única coisa de que precisamos é uma garantia do pessoal do imposto.”

A quinta temporada da Fórmula E, começará no dia 15 de dezembro com o Ad Diriyah ePrix na Arábia Saudita.

F1Mania

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade