3 eventos ao vivo

Bottas e Verstappen culpam vento por acidentes no treino para o GP da Áustria

Líder da temporada, Hamilton ficou em quarto na segunda sessão, em um dia sem problemas com o carro

28 jun 2019
17h17
  • separator
  • 0
  • comentários

O finlandês Valtteri Bottas e o holandês Max Verstappen culparam nesta sexta-feira as rajadas de vento pelos acidentes que sofreram na segunda sessão de treinos para o GP da Áustria, nona etapa do Mundial de Fórmula 1.

"Sofri um bom golpe no segundo treino, mas estou bem e sem dor. Havia algumas rajadas de vento esta tarde e acho que uma delas me pegou", disse Bottas, vice-líder do Mundial, ganhador de duas corridas no ano. Ele foi o terceiro mais rápido no primeiro treino e segundo, na sessão seguinte.

"As curvas aqui são muito complicadas e penalizam muito se você comete erros. Mas tenho de admitir que prefiro este tipo de circuito, que penalizam os erros. É assim que eu gosto, o que torna tudo ainda mais emocionante", afirmou Bottas, que revelou ter tido um problema no motor na primeira sessão de treino.

Vencedor da prova austríaca no ano passado, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, explicou o motivo de seu acidente no segundo treino. "O vento soprava forte e não era consistente, então me pegou no meio da última curva. Onde perdi o controle da traseira do carro e bati com força contra a barreira", afirmou o jovem piloto, de 21 anos, quinto no primeiro treino e nono no segundo.

"Felizmente, tudo pode ser resolvido, é sexta-feira ainda e não usamos todo o material da corrida ainda", disse Verstappen, quarto colocado no Mundial, com 100 pontos. "É uma pena para a equipe, porque agora eles terão muito trabalho para a noite."

Líder do Mundial, com 36 pontos de vantagem sobre Bottas (187 a 151), o inglês Lewis Hamilton, primeiro colocado no primeiro treino livre e quarto no segundo, teve um dia sem problemas, mas prevê grande disputa na definição do grid e na corrida.

"Com a configuração dos carros neste ano, poderemos ir fortes nas curvas 6, 7, 9 e na última (a décima)", disse o britânico, que destacou o desempenho principalmente da Ferrari, mas não descartou briga também com a Red Bull. "Esta é uma pista em que os tempos são sempre muito, muito próximos."

Neste sábado, a terceira sessão de treinos livres será às 7 horas (de Brasília) e o treinamento oficial de classificação, para definir o grid de largada, terá início às 10 horas. A corrida no domingo está marcado para 10h10.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade